Em negocios / grandes-empresas

Facebook anuncia ferramenta que pode inviabilizar novos escândalos como o caso Cambridge Analytica

Zuckerberg admitiu não ter respostas suficientemente claras para "algumas questões envolvendo dados"

Zuckerberg interrogação - 15/01/13
(Robert Galbraith/Reuters)

SÃO PAULO - O CEO e fundador do Facebook Mark Zuckerberg anunciou nesta terça-feira (1) a ferramenta que a maioria dos usuários estava esperando: "Limpar Histórico". Com ela, a rede social pode inviabilizar novos escândalos como o vazamento envolvendo a Cambridge Analytica no passado, que custou bilhões - e uma enorme crise de imagem - à empresa. 

Em uma publicação de sua própria página na rede social, Zuckerberg detalhou a ferramenta, que ainda não foi liberada. Será possível apagar todas as informações compartilhadas com quaisquer apps e sites onde houver interações e até mesmo impedir totalmente que ferramentas de terceiros acessem dados. 

Com essa novidade, não será viável utilizar dados de pessoas que realmente não permitiram este acesso - justamente o que a CA fez no passado. 

 No texto, Zuckerberg admite que esteve em maus lençóis ao testemunhar a respeito do escândalo perante o Congresso dos EUA. "Uma coisa que aprendi foi que não tinha respostas suficientemente claras para algumas questões envolvendo dados", diz. "Estamos trabalhando para garantir que estes controles sejam claros". 

Experiência pior

No anúncio das novas ferramentas, o executivo também destaca que esse controle sobre as informações "pode piorar partes da experiência" do usuário ao diminuir a personalização da ferramenta.

Ele compara o uso de dados da rede social com os cookies de um navegador - que também são facilmente apagáveis. "Você pode ter de fazer log in novamente em cada site que usa e pode precisar reconfigurar coisas. O mesmo acontecerá aqui. Seu Facebook não será tão bom enquanto reaprende suas preferências", escreve.

Quer investir melhor o seu dinheiro? Abra uma conta na XP.

 

Contato