Em negocios / grandes-empresas

Atletas brasileiros processam fabricante do jogo Fifa em R$ 50 milhões

Sindicato alega uso ilegal de imagens dos jogadores  

Cartão vermelho
(Shutterstock)

SÃO PAULO – Uma ação coletiva movida pelo Sindicato dos Atletas de São Paulo contra a EA Games cobra indenização de R$ 50 milhões pelo entendimento de que houve uso indevido da imagem de atletas brasileiros nos jogos Fifa e Fifa Manager. A informação foi publicada primeiro pelo site Globoesporte.

O pagamento de indenizações seria referente a 20 versões do jogo, entre 2004 e 2017. Foram excluídos dessa ação atletas que moveram ações individuais em outros momentos, e seus casos são usados como jurisprudência para o processo atual. Indenizaçõesanteriores variaram entre R$ 5 mil e R$ 10 mil por atleta.

Embora a EA tenha obtido autorização com os clubes de futebol, o advogado que representa o Sindicato alega que seria necessário entrar em contato com todos os atletas. O InfoMoney ainda não conseguiu contato com a empresa, mas a assessoria de imprensa disse a outros veículos que não tem posicionamento sobre o caso.

A lei diz que, além da imagem, nome, apelido e alcunha são protegidos – portanto, jogadores cujas feições não são reproduzidas de forma fiel também participam da ação.

 

Contato