Em negocios / grandes-empresas

Passageiro agredido em voo da United diz que pode ter danos cerebrais permanentes

Em entrevista ao Daily Mail, médico arrastado para fora do avião diz duvidar que conseguirá exercer a profissão novamente

SÃO PAULO - David Dao, passageiro arrastado para fora de um avião da United com violência após se recusar a deixar voo em overbooking, teme não se recuperar totalmente de danos cerebrais adquiridos na ocasião. Em entrevista ao Daily Mail, a primeira vez que falou à imprensa desde o ocorrido, contou que seu neurologista não descarta essa possibilidade. 

Médico, Dao não consegue mais correr as maratonas que costumava completar antes do incidente. Aos 69 anos, ele agora tem dificuldade de concentração e para dormir e disse que realiza atividades básicas, como usar o computador, "muito devagar". 

"Estou em processo de recuperação", disse ao veículo. "Não consigo me concentrar bem, ou dormir bem, eu preciso de mais tempo para me recuperar, mais descanso após a concussão. Preciso de cirurgia para corrigir meu nariz [que quebrou durante o episódio], mas primeiramente eu me preocupo com meu cérebro". 

Embora se queixe de nunca ter recebido pessoalmente uma ligação de algum representante da aérea, Dao afirma que voltaria a voar United. "As políticas mudaram após o incidente, eu quero ver como mudaram. Eu ficaria contente em viajar amanhã se estivesse bem o suficiente. Eles não me ofereceram voos de graça, porém". 

O caso

Em abril, o caso de Dao foi repercutido mundialmente com a reprodução, em veículos do mundo inteiro, do vídeo da agressão sofrida. Dado o overbooking, ele e sua esposa foram escolhidos aleatoriamente para sair do avião após o embarque e se negaram: Dao alegou compromisso relacionado à profissão. Seguranças da companhia decidiram retira-lo à força. 

À época, o CEO primeiramente apoiou o gesto do funcionário responsável pela agressão, mas depois pediu desculpas e mudou drasticamente as regras para voos com overbooking. Assista novamente ao vídeo feito na ocasião: 

 

Contato