Em negocios / grandes-empresas

Bayer compra Monsanto por US$ 66 bilhões

A Bayer se comprometeu com o pagamento de US$ 2 bilhões caso os órgãos reguladores não aprovem a transação

BAYER
(Shutterstock.com)

SÃO PAULO – Ficou definido nesta quarta-feira o acordo de compra da Monsanto pela Bayer a US$ 128 por ação, totalizando US$ 66 bilhões. As empresas enviaram comunicado à mídia internacional dizendo que aprovaram o acordo com unanimidade.

A Bayer se comprometeu com o pagamento de US$ 2 bilhões em multa caso os órgãos reguladores não aprovem a transação.

Tudo isso será financiado com uma combinação de dívida e equity: US$ 19 bilhões em bonds e US$ 57 bilhões vindos do Bank of America, Credit Suisse, Goldman Sachs, JP Morgan e HSBC.

A primeira proposta de compra pela Bayer foi feita no dia 9 de maio, data em que as ações da fabricante de produtos agrícolas estavam 44% mais baratas que o preço de compra fechado nesta semana. A proposta foi modificada diversas vezes até que fosse aceita pela Monsanto.

Estima-se que a operação seja completa até o final de 2017. As vendas combinadas de ambas as empresas fecharam em US$ 23 bilhões no ano passado.

“Estamos felizes em anunciar a combinação de nossas duas grandes organizações. Isso representa um grande passo em nosso negócio agrícola e reforça a posição de liderança da Bayer em inovação global”, escreveram as empresas em comunicado. A Bayer pretende obter rating de crédito A com a compra.

 

Contato