Automóveis

Governo da Bahia já busca nova dona para fábrica da Ford, e está de olho nas empresas chinesas

A Ford anunciou o fechamento de suas fábricas no Brasil, como parte de um plano de reestruturação da empresa na América do Sul

arrow_forwardMais sobre
(Bloomberg)

SÃO PAULO – A Ford anunciou, nesta segunda-feira (11), o fechamento de suas três fábricas restantes no Brasil, como parte de um plano de reestruturação da empresa na América do Sul. Camaçari, na Bahia, abrigava uma dessas fábricas.

A produção será encerrada imediatamente. O local funcionará apenas por alguns meses, para garantir disponibilidade de estoque pós-venda. O governo baiano já busca uma nova dona para o local – e está de olho nas empresas chinesas.

Em nota, o governo do estado da Bahia lamentou o encerramento da produção nas três plantas da Ford que ainda estavam em solo brasileiro: Camaçari, Taubaté (SP) e a planta da Troller, em Horizonte (CE).

“O governo destaca os impactos socioeconômicos consequentes do fechamento da empresa, importante geradora de empregos e renda no estado”, diz o governo do estado da Bahia.

Segundo comunicado da própria Ford, 5 mil funcionários devem ser demitidos no Brasil e na Argentina, mas a montadora vai trabalhar “em estreita colaboração com os sindicatos e outros parceiros no desenvolvimento de um plano justo e equilibrado para minimizar os impactos do encerramento da produção”. Apenas em Camaçari, são mais de 4 mil funcionários.

A decisão da Ford foi informada a Rui Costa, governador da Bahia, durante reunião virtual com representantes da empresa, também nesta segunda-feira. Segundo o governo do estado da Bahia, Costa entrou em contato com a Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb) para “discutir a formação de grupo de trabalho para avaliar possibilidades alternativas ao fechamento”.

O governo baiano também já teria entrado em contato com a Embaixada Chinesa. O objetivo é sondar possíveis investidores com interesse em assumir a fábrica de Camaçari.

Nada de Ford Ka ou EcoSport

Em nota, Jim Farley, presidente e CEO da Ford, afirmou que a decisão foi “muito difícil”, mas necessária para a criação de um negócio saudável e sustentável. A montadora manterá apenas as fábricas na Argentina e no Uruguai. No Brasil, permanecem o Centro de Desenvolvimento de Produto (BA), o Campo de Provas (SP) e sua sede regional (SP).

As operações nas plantas de Camaçari, Taubaté e da Troller serão encerradas ainda em 2021 e as vendas dos modelos Ka, EcoSport e do Troller T4 serão interrompidas quando acabarem os estoques dos veículos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os serviços de assistência ao consumidor seguem funcionando nas operações de vendas, peças de reposição e garantia para os clientes no Brasil. “Os consumidores na América do Sul terão acesso a um portfólio de veículos conectados, e cada vez mais eletrificados, incluindo SUVs, picapes e veículos comerciais, provenientes da Argentina, Uruguai e outros mercados, ao mesmo tempo em que a Ford Brasil encerra as operações de manufatura em 2021”, disse a fabricante em nota.

Em 2020, a Ford representou 7,4% do mercado de automóveis no Brasil, segundo dados da Fenabrave, entidade que representa as concessionárias de veículos. O Ford Ka foi o 5º carro mais vendido no Brasil em 2020. Se somados os emplacamentos das versões hatch e sedã (Ka Plus) do Ka, o modelo teria sido o 2º mais vendido do país no ano passado.

PROCURA-SE: Profissionais de todas as formações estão migrando para uma das profissões mais bem remuneradas do mercado. Entenda como fazer o mesmo nesta série gratuita do InfoMoney!