Sem mudanças

Gol diz desconhecer possíveis mudanças em Congonhas

Governo estaria a estudar mudar regras no aeroporto, reduzindo os slots das empresas em 30%

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – A Gol (GOLL4) não foi comunicada sobre possíveis mudanças nas regras no aeroporto de Congonhas, disse o presidente da empresa, Paulo Kakinoff, nesta quarta-feira.

A coluna Radar, no site da revista Veja, noticiou mais cedo nesta quarta-feira que o governo estuda mudar regras no aeroporto, reduzindo os slots das empresas em 30 por cento. Kakinoff não quis comentar a notícia.

Pela manhã, a empresa anunciou um acordo com a Localiza (RENT3) para aluguel de carros na compra da passagens, com 20 por cento de desconto.

“(A parceria) é importante e a gente espera ter resultado expressivo, mas nada que mude a participação (das receitas de aluguel de carros em aeroportos na receita total da empresa)”, disse o diretor vice-presidente da Localiza, Eugênio Mattar.

Segundo ele, o aluguel nos aeroportos representa cerca de 30 por cento da receita da Localiza Rent a Car.

De acordo com o presidente da Gol, a empresa negocia novas parcerias com hotéis para também oferecer descontos.

“O site da Gol deverá ter neste ano ao menos uma mudança estrutural por mês. Até o final do ano nosso site deverá ter gama de serviço maior”, disse a jornalistas.