Caoa sem dinheiro

Ford encerra produção de caminhões em fábrica de São Bernardo do Campo

A medida deve dispensar cerca de 600 funcionários

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A Ford anunciou que vai encerrar oficialmente nesta quarta-feira (30) a produção de caminhões na fábrica de São Bernardo do Campo. Em fevereiro, o fechamento já havia sido informado.

Segundo a Ford a suspensão da produção ocorre “em linha com a decisão de sair do segmento de caminhões na América do Sul”. “A ação em São Bernardo foi difícil, mas necessária para a reestruturação dos negócios da empresa”, afirmou a empresa em nota.

De acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, que tem sede em São Bernardo do Campo, os desligamentos dos funcionários que trabalham por hora se darão a partir desta quinta-feira (31).

Aprenda a investir na bolsa

Enquanto, os mensalistas, em áreas administrativas que não foram impactadas pela decisão, serão transferidos em março para São Paulo.

A medida deve dispensar cerca de 600 funcionários e outros 1 mil da seção administrativa da empresa devem continuar na empresa até março, segundo informações do Estado de S. Paulo.

A unidade tinha 2,7 mil funcionários à época do anúncio de encerramento das atividades em fevereiro. Desde então, 1,5 mil trabalhadores foram demitidos, a maioria pela adesão a um Programa de Demissão Voluntária (PDV), segundo o sindicato.

A Fábrica de São Bernardo do Campo foi adquirida pela Ford há 52 anos.

Caoa sem verba

A produção de caminhões se manteria até novembro, quando as negociações com o grupo Caoa seriam finalizadas. No entanto, o grupo ainda não conseguiu o dinheiro para efetivar a compra – o acordo foi fechado em setembro – e adiantou o fechamento da fábrica.

“As negociações envolvendo a venda da planta para o grupo Caoa ainda estão em andamento, sem decisão conclusiva até o momento, e a Ford reitera que continua fazendo todos os esforços cabíveis para alcançar um resultado positivo”, afirmou a Ford por meio de nota.

PUBLICIDADE

Na fábrica paulista, a Caoa manterá apenas a produção de caminhões. Até recentemente, também era produzido na unidade o hatch Fiesta.

A ideia da Caoa é fazer os veículos pesados sob licença da Ford. A empresa já é hoje a maior revendedora da marca hoje no país.

A montadora agradeceu seus funcionários. “Em nome da Ford, quero agradecer aos funcionários de São Bernardo pelo seu profissionalismo e dedicação durante vários anos”, diz Lyle Watters, presidente da Ford América do Sul.

“Mesmo após o anúncio feito em fevereiro, eles nunca deixaram de cumprir com suas obrigações, produzindo produtos de altíssima qualidade e cuidando da segurança.”

Invista seu dinheiro para realizar seu maior sonho. Abra uma conta na XP – é de graça.