Ações

Como comprar ações da B2W (BTOW3)

Companhia é uma das maiores varejistas on-line do Brasil, mas tem sofrido na Bolsa com fracos resultados nos últimos anos

A B2W Digital (BTOW3) é uma das maiores empresas de e-commerce do País. Foi fundada no fim de 2006 com a fusão da Submarino, Shoptime e Americanas.com, tendo como controladora a Lojas Americanas, que detém mais de 60% das ações da companhia.

Em meio ao crescimento do comércio on-line, o setor de varejistas tem ganhando bastante interesse do mercado, que busca companhias que estejam preparadas para as mudanças que este negócio tem sofrido, ao mesmo tempo que entrega bons resultados financeiros com o aumento das compras pela internet.

Quando foi criada, a B2W tinha cerca de 50% do setor de vendas on-line no País, e mesmo controlando algumas das maiores empresas do mercado, este valor tem recuado nos últimos anos em meio ao aumento da concorrência no setor, em especial da Amazon, Mercado Livre e Magazine Luiza.

O que saber antes de comprar

Apesar de ser uma das maiores empresas do setor, a B2W tem sofrido bastante na Bolsa nos últimos anos, apresentando resultados fracos, principalmente na questão geração de caixa, um indicador bastante usado para ver a saúde financeira de uma empresa.

Além disso, a concorrência aumentou bastante nos últimos anos, com o aumento da oferta de produtos pela gigante americana Amazon e o crescimento do Magazine Luiza.

Geração de caixa

Há anos que um dos principais problemas da B2W é sua saúde financeira, sendo a geração de caixa e endividamento dois dos principais pontos acompanhados por analistas a cada resultado trimestral divulgado. Sendo mais importante que o próprio lucro ou prejuízo apresentado.

A complexa situação é representada pelos quatro aumentos de capital feitos pela varejista digital nos últimos cinco anos, levantando um total de quase R$ 7 bilhões.

O mais recente, aprovado em 2019 no valor de R$ 2,5 bilhões, buscava exatamente resolver a questão do endividamento da companhia, sendo que, segundo a própria B2W, poderia fazer sua dívida líquida virar caixa.

Estratégias

Este aumento de capital não só visa resolver o endividamento, mas também ajuda a sustentar as estratégias da B2W para tentar crescer no mercado em que atua.

Entre as novidades mais recentes, a empresa lançou a plataforma Ame Digital, que dá cashback para os clientes de seu e-commerce.

Além disso, a companhia busca integrar sua operação o mundo offline, principalmente por conta de sua parceria com a Lojas Americanas. Este modelo de negócio tem sido bastante buscado por clientes, com a possibilidade, por exemplo, de retirar um produto comprado online em uma loja, algo que empresas como Magazine Luiza já utiliza bastante.

Concorrência

Por fim, um dos pontos que precisa ser bastante acompanhado pelos investidores é a questão da concorrência.

Nos últimos anos, a Amazom passou a investir bastante no mercado brasileiro, aumentando sua oferta de produtos e lançando serviços como o Prime a preços muito convidativos. Do outro lado, o Magazine Luiza tem mostrado forte crescimento e ganhando cada vez mais mercado com estratégias como o uso do marketplace e outras plataformas digitais.

O mundo do e-commerce ainda tem companhias como Via Varejo e Mercado Livre como fortes competidoras aqui no Brasil, mostrando que a B2W precisa estar sempre se renovando e lançando estratégias para conseguir se manter competitiva e forte.

Passo a passo para comprar ações da B2W

Siga as três etapas abaixo para comprar ações da B2W com segurança:

1. Defina objetivos de investimento

É importante definir quais são os objetivos do investimento antes de comprar ações da B2W. As estratégias têm uma diferença muito grande entre si. Você pode querer investir de olho nos ganhos de curto prazo. É o caso quando as cotações caem de maneira repentina e ficam baratas, em resposta a um evento imediato sem impacto para a empresa no futuro.

Uma situação diferente é a de quem compra ações visando o longo prazo. A motivação desses investidores normalmente é se tornarem sócios de fato da empresa – e ganhar dinheiro conforme ela cresce e lucra.

São duas estratégias distintas. Escolher uma delas é importante para definir quando, quanto e a que preço negociar papéis da B2W.

2. Entenda os negócios da B2W

Corretoras e casas de análise costumam elaborar relatórios de análise sobre empresas como a B2W. São materiais destinados a quem se interessa por comprar ações da empresa, que permitem estudar seus negócios e suas perspectivas de performance.

Esse tipo de material começa traçando um perfil das empresas. Os analistas também verificam os resultados financeiros delas e emitem uma opinião: se acham que é hora de comprar ou de vender as ações. Os analistas podem indicar ainda “manter”. Para quem não tem os papéis na carteira, é um sinal para evitar comprá-los naquele momento.

No site de relações com investidores da B2W, é possível encontrar a lista de analistas que acompanham a empresa. Entre em contato com as corretoras ou casas de análise em que eles trabalham para entender como você pode ter acesso aos relatórios.

3. Abra conta em uma corretora

As corretoras são as instituições financeiras que realizam a negociação de ações na bolsa de valores. Elas recebem as ordens de compra ou de venda dos investidores e executam as operações na B3 em nome deles.

Para comprar ações da B2W, você precisa ser cliente de uma corretora. Um dos fatores importantes para escolher uma delas é o valor das taxas de corretagem. Trata-se de uma tarifa paga cada vez que você fecha um negócio na bolsa. Pode ser um valor fixo, em reais, ou um percentual sobre a operação. A Clear, por exemplo, não cobra taxa de corretagem.

Para que sua ordem de compra de ações da B2W seja realizada, é necessário ter dinheiro na conta. Para isso, você pode fazer uma transferência (TED ou DOC) do seu banco para a corretora. Depois, basta acessar o home broker – sistema de negociação online – ou contatar a mesa de operações pelo telefone para passar seu pedido. Será preciso informar a quantidade de ações que pretende adquirir e a que preço.

 Invista em ações com taxa ZERO de corretagem: abra uma conta gratuita na Clear