Com resgate antecipado de debêntures, ações da Oi disparam 6,61%

Para analista, retirada dos papéis indica uma mudança no perfil de endividamento da empresa, com foco em títulos de longo prazo

SÃO PAULO – A Oi (OIBR3,OIBR4) anunciou que irá resgatar nessa terça-feira (26) a totalidade das debêntures de quinta emissão em circulação antecipadamente, de acordo com comunicado ao mercado enviado nessa data. Em meio a esse anúncio, as ações da companhia foram destaque de alta no pregão.

As ações OIBR3 tiveram uma alta de 6,61% (R$ 9,84), enquanto os papéis OIBR4 se valorizaram 5,28% (R$ 8,37), sendo as duas maiores altas do Ibovespa. Enquanto isso, o benchmark da bolsa encerrou o dia com uma leve alta de 0,06%, aos 53.836 pontos.

Nos termos da escritura de emissão, a companhia pagará aos detentores de debênture juros unitários de R$ 24,385687 e preço unitário de R$ 3,34 mil por papel, além de R$ 86,388322 de prêmio unitário. No total, 108 mil debêntures estão em circulação. De acordo com o analista da Amaril Franklin, Eduardo Machado, esse movimento de resgate antecipado indica uma mudança no perfil de endividamento da companhia, que ainda sofre bastante com o peso da dívida.

Desse modo, avalia Machado, os investidores se mostram mais otimistas com o cenário da companhia, em continuidade ao processo de troca de títulos da dívida de curto prazo por títulos mais longos anunciado no começo do ano. Para o analista, esse movimento leva à redução nas despesas com juros a serem pagos pela companhia, indicando uma melhora de sua saúde financeira.