Proventos

Braskem propõe pagamento de R$ 2,67 bilhões a acionistas; proposta será avaliada em abril

No 4º trimestre de 2018, a maior fabricante de resinas termoplásticas das Américas apurou um prejuízo líquido de R$ 78 milhões

SÃO PAULO – A Braskem (BRKM5) anunciou que o conselho de administração da companhia propôs a distribuição de dividendos no valor de R$ 2,67 bilhões, relativo ao exercício de 2018 e representando 100% do lucro distribuível aos acionistas.

Em 2018, a companhia anunciou lucro de R$ 2,87 bilhões, queda de 30% na base de comparação anual. De acordo com a companhia, a proposta do pagamento de proventos será apresentada em 16 de abril durante a Assembleia Geral Ordinária.

A Braskem, que é a maior fabricante de resinas termoplásticas das Américas, apurou no 4º trimestre um prejuízo atribuído aos acionistas de R$ 78 milhões, revertendo um lucro de R$ 386 milhões no mesmo período de 2017. Segundo a empresa, os resultados refletem uma piora do desempenho operacional da companhia.

PUBLICIDADE

No período, a receita líquida subiu 17%, para R$ 14,84 bilhões, enquanto o Ebitda (Lucros Antes de Juros, Impostos, Depreciação e Amortização, na sigla em inglês) somou R$ 1,9 bilhão (queda de 35%), com margem de 13%.

Segundo a Braskem, a expectativa é investir cerca de R$ 3,3 bilhões em 2019, dos quais R$ 1,23 bilhão são atrelados ao dólar referentes aos investimentos das unidades dos Estados Unidos e Europa.

Além disso, do total investido, R$ 300 milhões serão direcionados para projetos de saúde, segurança e meio ambiente, enquanto R$ 1,96 bilhão para projetos relacionados à manutenção, produtividade e eficiência operacional, incluindo investimentos a serem realizados durante a parada programada da central petroquímica da Bahia, prevista para o 4º trimestre de 2019.

Invista nas ações da Braskem com taxa ZERO de corretagem: abra uma conta na Clear