Em meio à crise

Azul e Latam anunciam acordo de codeshare e parceria em programas de fidelidade

A partir dessa parceria os clientes terão mais opções de conexões, incluindo bilhetes compartilhados para o check-in e despacho de bagagem

Avião da Azul com as cores da bandeira brasileira. Turbina possui as estrelas
(Divulgação/Azul)

A Azul (AZUL4) e a Latam anunciaram um acordo de “codeshare” – em que duas ou mais companhias aéreas compartilham o mesmo voo, os mesmo padrões de serviço e os mesmos canais de venda – para interligar as suas rotas domésticas, em meio a um cenário de crise no setor aéreo por conta da pandemia do novo coronavírus. Além disso, foi assinado um acordo que envolve os programas de fidelidade das duas empresas.

O acordo de “codeshare” incluirá, em uma primeira fase, 50 rotas domésticas de/para os aeroportos de Brasília (DF), Belo Horizonte (MG), Recife (PE), Porto Alegre (RS), Campinas (SP), Curitiba (PR) e Guarulhos (SP). Segundo o comunicado, a partir dessa parceria, os clientes terão mais opções de conexões, incluindo bilhetes compartilhados para o check-in e despacho de bagagem.

“Nossa complementariedade de frota e de malha oferecerão aos clientes a mais ampla variedade de opções de viagem”, afirmou, em nota, o presidente da Azul, John Rodgerson.

PUBLICIDADE

Já para o presidente da Latam no Brasil, Jerome Cadier, os clientes terão acesso a uma malha maior a partir dessa parceria. A Latam pediu proteção financeira nos Estados Unidos, abrangindo também a operação do Chile, devido às perdas causadas pela pandemia do novo coronavírus no setor aéreo.

“Entendemos que a crise do COVID-19 exige respostas inovadoras para ajudar a impulsionar a economia da região e o anúncio de hoje faz parte de nossa contribuição para esse esforço.”

Além do “codeshare”, a parceria também envolve os programas de fidelidade. Os clientes do Tudo Azul (12 milhões) e os da Latam Pass (37 milhões) poderão escolher em qual programa acumular os seus pontos.

Em nota, o Bradesco BBI apontou que este acordo de codeshare permitirá à Azul começar a reconstruir sua rede e minimizar os riscos operacionais e a queima de caixa.

“Em nossa opinião, no futuro, a Azul e a Latam poderiam explorar outras iniciativas, como: 1) estender o contrato de codeshare a voos internacionais; e 2) os programas de fidelidade também poderiam permitir resgates de passagens aéreas com a companhia aérea parceira”, avaliam.

Segundo os analistas, para a Gol (GOLL4) este anúncio também é positivo, pois a LATAM está gradualmente reduzindo sua exposição ao Brasil e a Gol espera ganhar participação de mercado em rotas de alta densidade.

PUBLICIDADE

O Bradesco BBI mantém a recomendação outperform (desempenho acima da média) para as ações de Azul e Gol e underperform (desempenho abaixo da média do mercado) para a Latam.

Newsletter InfoMoney – Informações, análises e recomendações que valem dinheiro, todos os dias no seu email:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.