Americanas (AMER3) vira meme após rombo de R$ 20 bilhões; veja

Nas redes sociais, o nome da empresa e do executivo Sérgio Rial, que falou sobre as inconsistências, foram alvo de publicações irônicas

Equipe InfoMoney

Publicidade

O anúncio de uma “inconsistência” contábil de aproximadamente R$ 20 bilhões nos balanços da Americanas (AMER3) provocou reações no mercado (com queda de cerca de 80% no preço das ações) e fora dele. Nas redes sociais, os nomes da empresa, do executivo Sergio Rial, que renunciou ao posto de CEO ontem (11) e de outros grandes nomes do mercado, circulou em postagens irônicas. Confira algumas delas:

This slideshow requires JavaScript.

Em postagem, usuários das redes lembraram que a Americanas é uma das grandes patrocinadoras do Big Brother Brasil, com cota de mais de R$ 105 milhões.

Continua depois da publicidade

Entenda o caso

O mercado foi pego de surpresa com a renúncia de Sergio Rial do cargo de CEO da Americanas, uma das gigantes do varejo no Brasil, na noite de ontem (11). O empresário estava há menos de duas semanas no cargo e saiu após descobrir um rombo de R$ 20 bilhões no balanço da companhia.

Em conferência com investidores e agentes do mercado na manhã desta quinta-feira (12), Rial afirmou que a cifra de R$ 20 bilhões é preliminar e que a prática que gerou o problema, as operações de risco sacado, não surgiram da noite para o dia “não estamos falando de algo de menos de três ou quatro anos”.

Risco sacado, também chamado de forfait, é uma operação em que uma companhia tem uma dívida (geralmente com um fornecedor) a ser paga e faz um acordo com o banco que a financiou para que a instituição libere o dinheiro primeiro para pagar o credor. A dívida, então, é quitada, mas a empresa precisa pagar o banco com juros que variam de acordo com o prazo do empréstimo. O problema que pode ter acontecido foi no lançamento dessas operações no balanço da companhia.

Depois de anunciar as inconsistências, Rial afirmou que atuará como assessor, apoiando os acionistas de referência da companhia no processo de apuração do ocorrido e trouxe indicações sobre os próximos passos da companhia, em um contexto de diversas revisões de recomendações dos analistas de mercado, que destacam as grandes incertezas após o anúncio.

Quais são os direitos dos acionistas?

Para advogados escutados pelo InfoMoney, os acionistas da Americanas podem buscar indenizações na justiça por conta do que aconteceu. Como a empresa é lista em Bolsa, e faz parte do mercado brasileiro de valores mobiliários, ela tem seguir uma série de regras impostas pelos órgãos regulatórios. A principal delas, neste caso, é a necessidade de a companhia ser transparente em relação aos seus números.