Ações da Mundial avançam 11,11% após novo acordo para captação

Reestruturação continua com acordo de subscrição por preço diferido em emissões; ações da Hércules avançam 164,86%

SÃO PAULO – A escalada incrível das ações da Mundial (MNDL3MNDL4) ganhou novo fôlego nesta segunda-feira (18), com as ações preferenciais fechando com alta de 11,11%, cotadas a R$ 4,20, sua máxima diária. Além disso, as ações da Hércules (HETA4), empresa associada à Mundial, tiveram alta impressionante de 164,86%.

Nesta manhã, a companhia anunciou um contrato de subscrição de ações com preço diferido, conhecido como SEDA (Stand-by Equity Distribution Agreement) com o fundo YA Global Investiments BR, gerido pela norte-americana Yorkville Advisors.

Com o acordo, o fundo se compromete nos próximos dois anos a subscrever ações emitidas pela Mundial até o montante de US$ 50 milhões, a critério do conselho de administração da própria empresa brasileira.

PUBLICIDADE

Entretanto, o acordo prevê que o preço de cada emissão será calculado através do maior valor entre o equivalente a 97% da média ponderada pelo volume das três menores cotações diárias durante o período de 10 dias seguidos a partir do recebimento pelo fundo da requisição de subscrição feita pela Mundial ou o menor preço por ação determinado pelo conselho de administração para cada emissão.

“O Fundo ira subscrever o saldo de ações não subscrito pelos acionistas que vierem a declinar do seu respectivo direito de preferência. A Companhia entende e acredita que este acordo irá fortalecer a sua base acionaria além de promover a dispersão acionaria” informa o comunicado da Mundial.

Renascimento em 3 meses
Longe dos holofotes por muitos anos, a Mundial anunciou um amplo processo de reestruturação no início de abril e desde então suas ações têm presenciado incrível valorização, próximos à 1000%. Quando a comparação leva em conta os últimos 365 dias, o desempenho é ainda mais significativo, superando 1500%.

Como principais fatores de impulso para as ações, constam fortalecimento da comunicação com o mercado, a adesão ao Novo Mercado e processos de reestruturação de suas dívidas e novos acordos para captação.