Trump está à frente de Biden em 6 Estados decisivos, mostra pesquisa do WSJ

Pesquisa se concentrou nos estados que não costumam mostrar preferência definida por democratas ou republicanos; Trump lidera na Pensilvânia, Michigan, Arizona, Geórgia, Nevada e Carolina do Norte

Reuters

Os prováveis candidatos à presidência dos EUA Donald Trump e Joe Biden (Reuters/Brendan McDermid e Elizabeth Frantz)

Publicidade

Washington (Reuters) – O republicano Donald Trump está à frente do presidente Joe Biden em seis de sete Estados decisivos para a eleição presidencial de 2024 nos Estados Unidos, de acordo com uma pesquisa do Wall Street Journal divulgada nesta quarta-feira (3), que revelou preocupações dos eleitores com a economia e o desempenho de Biden.

A pesquisa se concentrou em importantes “swing states”, os chamados “estados-pêndulo”, que não têm uma preferência definida por candidatos democratas ou republicanos.

Trump obteve uma vantagem de 2 a 8 pontos percentuais entre os eleitores da Pensilvânia, Michigan, Arizona, Geórgia, Nevada e Carolina do Norte em um levantamento que incluiu outros candidatos, disse o Journal. Os resultados foram semelhantes em um confronto apenas entre os dois rivais, segundo o jornal.

Planilha Gratuita

Fuja dos ativos que rendem menos com essa ferramenta gratuita

Baixe a Calculadora de Renda Fixa do InfoMoney e compare a rentabilidade dos ativos

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Em Wisconsin, um sétimo Estado onde se espera que a disputa seja acirrada, Biden ficou à frente por 3 pontos percentuais em um cenário com vários candidatos, mas empatou com Trump em um confronto direto, disse o WSJ.

A campanha de reeleição de Biden está enfrentando as preocupações dos eleitores com a economia, apesar do crescimento do emprego, do consumo e do aumento do Produto Interno Bruto (PIB) acima do esperado, uma questão que tem confundido economistas e estrategistas políticos democratas.

Desaprovação

Na pesquisa, as opiniões negativas sobre o desempenho de Biden superam as opiniões positivas em pelo menos 16 pontos percentuais e mais de 20 pontos em quatro dos Estados. Trump obteve uma avaliação desfavorável de seu trabalho durante seu período na Casa Branca em apenas um dos sete Estados, o Arizona.

Continua depois da publicidade

Trump foi visto como tendo a melhor aptidão física e mental para o cargo por 48% dos entrevistados, em comparação com 28% para Biden, mostrou a pesquisa.

A pesquisa com 4.200 eleitores — 600 em cada um dos sete Estados — foi realizada de 17 a 24 de março. Ela tem uma margem de erro de 1,5 ponto percentual para a amostra completa e de 4 pontos percentuais para os resultados em cada Estado, disse o jornal.