Pela 1ª vez, ajuda humanitária entra em Gaza por meio de píer construído pelos EUA

Nesta quinta (15), as Forças Armadas dos EUA disseram que ancoraram o píer flutuante e uma passarela para a praia em Gaza, completando a construção de um corredor humanitário marítimo que o Pentágono havia anunciado em março

Equipe InfoMoney

Quando pronto, píer será fundamental para o envio de ajuda humanitária para Gaza (Comando Central dos EUA/Divulgação via Reuters)

Publicidade

Caminhões com ajuda humanitária entraram em Gaza no começo desta sexta-feira (16) por meio de um píer temporário construído pelas forças armadas dos EUA, o primeiro carregamento do tipo a chegar pelo mar na região em dois meses.

Nesta quinta (15), as Forças Armadas dos EUA disseram que ancoraram o píer flutuante e uma passarela para a praia em Gaza, completando a construção de um corredor humanitário marítimo que o Pentágono havia anunciado em março.

Nenhum militar americano entrou em Gaza nesta sexta, disseram as Forças Armadas dos EUA, ressaltando que elas forneceram apenas apoio logístico para a entrega de ajuda humanitária, doada por um grupo de países e entidades.

Continua depois da publicidade

Foram entregues pacotes com alimentos para 11 mil pessoas, comida especial para 7.200 crianças desnutridas e kits de higiene para 30 mil pessoas. Também chegaram 8.400 abrigos temporários feitos de plástico.

Porém, autoridades e entidades de ajuda internacionais dizem que as remessas marítimas devem ser apenas um complemento às entregas terrestres, não um substituto. “Mais ajuda vai chegar nas próximas semanas, mas sabemos que a rota marítima não é a única resposta”, disse o premiê britânico Rishi Sunak.

Tópicos relacionados