Julgamento de Trump envolvendo atriz pornô começa em 25 de março

Ex-presidente teria usado um intermediário para comprar o silêncio da atriz Stormy Daniels em 2016; advogados de Trump alegam que tribunal está interferindo nas eleições

Roberto de Lira

O ex-presidente dos EUA Donald Trump (Reuters/David 'Dee' Delgado)

Publicidade

O primeiro julgamento criminal do ex-presidente Donald Trump começará em 25 de março, conforme programado, confirmou nesta quinta-feira (15) o juiz Juan Merchan, de Nova York. O caso envolve supostos pagamentos que teriam sido feitos por Trump para comprar o silêncio da estrela pornô Stormy Daniels, após um relacionamento.

Trump compareceu à audiência desta quinta-feira e ficou impassível enquanto seu advogado, Todd Blanche, argumentava que o cronograma do julgamento vai coincidir com a temporada das primárias do Partido Republicano. Ele afirmou que a decisão é uma “interferência total nas eleições”.

O procurador distrital de Manhattan, Alvin Bragg, acusou Trump de 34 infrações criminais de falsificação de registos comerciais ligados aos pagamentos sigilosos, feitos em 2016 por meio de um intermediário do ex-presidente. Os pagamentos teriam sido feitos para encobrir a alegação de Daniels de que ela teve um encontro sexual com Trump.

Treinamento Gratuito

Manual dos Dividendos

Descubra o passo a passo para viver de dividendos e ter uma renda mensal previsível, começando já nas próximas semanas

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Segundo o site Politico, as batalhas judiciais de Trump não se resumem a esse caso. Ela ainda enfrenta outros três processos criminais, dois deles por tentativa de anulação dos resultados eleitorais de 2020 e um pela posse e guarda de documentos confidenciais mesmo após depois de ter deixado o cargo. Não há data marcada para os julgamentos desses casos.

Embora contrariado, Trump adotou um tom bem-humorado ao deixar o Tribunal, segundo o site The Hill. Ele  queixou-se que estava “preso” no tribunal em vez de estar em campanha, mas comentou que planejava estar na Carolina do Sul esta noite para um comício. “Estarei aqui durante o dia e farei campanha durante a noite. Biden deveria estar fazendo a mesma coisa, mas estará dormindo”, disse.