Em minhas-financas / turismo

United Airlines é processada por caso de agressão a passageiro de 71 anos; assista à filmagem

Por conta da divulgação do vídeo, a United divulgou nesta terça-feira (13) um comunicado em que pede desculpas pelo que aconteceu

United - gravação
(Reprodução/KPRC Houston)

SÃO PAULO – Um incidente envolvendo um passageiro de 71 anos da United Airlines, ocorrido em 2015 no aeroporto de Houston, Texas, veio à tona somente agora. No caso, o passageiro Ronald Tigner havia discutido com um funcionário da empresa sobre um bilhete de embarque e o mesmo empurrou o passageiro no chão.

O passageiro em questão processou a aérea e os dois funcionários envolvidos neste mês, pedindo US$ 1 milhão em indenização. Ele alega que pediu aos funcionários da empresa uma nova via de seu bilhete de embarque, cujas informações estavam legíveis, e mesmo insistindo teve seu pedido negado.

Eles pediram, então, para que o passageiro se direcionasse à área de embarque mesmo com o bilhete ilegível, e foi barrado no embarque por conta da má qualidade de impressão. Ele teria voltado ao balcão para pedir um novo bilhete e foi maltratado pelos mesmos, que riram do passageiro e o agrediram após ele responder às ofensas.

É possível ver, nas imagens de câmera do aeroporto, o momento em que Tigner é empurrado por um dos funcionários com quem discutia. As imagens foram obtidas por uma emissora local de Houston, a KPRC. As imagens também foram anexadas ao processo.

Por conta da divulgação do vídeo, a United divulgou nesta terça-feira (13) um comunicado em que pede desculpas pelo que aconteceu, afirmando que a atitude do funcionário é “completamente inaceitável e não reflete nossos valores e compromisso de tratar todos os passageiros com respeito e dignidade”. Ela ainda afirmou que está “revendo todas as circunstâncias envolvidas no incidente e tentando alcançar o passageiro através de seu advogado para profundamente nos desculparmos pelo que aconteceu”. O funcionário que empurrou Tigner também foi desligado da empresa.

Este é o segundo processo que a United enfrenta neste ano por ter agredido passageiros. O primeiro aconteceu em abril e envolveu um médico que, ao negar ceder seu lugar no voo para um comissário da empresa, foi arrastado pelo chão do avião e agredido.

Assista, a seguir, à gravação do passageiro sendo empurrado pelos funcionários:

 

Contato