Em minhas-financas / seguros

Lucro líquido do Bradesco soma R$ 7,62 bilhões em 2008 e recua 4,9%

Ativos do banco totalizaram R$ 454,41 bilhões ao final do ano passado, um crescimento de 33,2% sobre 2007

v class="show-for-large id-0 cm-clear float-left cm-mg-40-r cm-mg-20-b" data-show="desktop" data-widgetid="0" style="">
SÃO PAULO - Dando início à temporada de resultados oficiais dos principais bancos brasileiros, o Bradesco (BBDC4) apresentou nesta segunda-feira (2) seus números obtidos no acumulado de 2008 e na passagem do quarto trimestre.

Em 2008, o lucro líquido do banco somou R$ 7,62 bilhões, uma queda de 4,9% em relação ao resultado apresentado em 2007. Deste montante, R$ 4,972 bilhões foram provenientes das atividades financeiras e R$ 2,64 bilhões gerados pela parte de seguros e previdência do banco.

No quarto trimestre, o lucro líquido da instituição financeira totalizou R$ 1,60 bilhão, um recuo de 16% frente ao terceiro trimestre de 2008, quando a conta ficou em R$ 1,91 bilhão.

O patrimônio líquido encerrou 2008 com R$ 34,25 bilhões, avanço de 12,8% em relação ao registrado na temporada de 2007.

Os ativos totais em dezembro do ano passado registraram R$ 454,41 bilhões, um crescimento de 33,2% em relação ao mesmo período de 2007.

Balanço trimestral

(em R$ milhões) 4T08 3T08 Variação
Res. Bruto de Intermediação Financeira* 2.815 3.328 -15,4%
Receita de Serviços 2.817 2.819 -0,1%
Desp. Pessoal (1.889) (1.824) +3,6%
Lucro Líquido 1.605 1.910 -16%


Balanço anual

(em R$ milhões) 2008 2007 Variação
Res. Bruto de Intermediação Financeira* 15.772 18.032 -12,5%
Receita de Serviços 11.215 10.805 +3,8%
Desp. Pessoal (7.166) (6.569) +9,1%
Lucro Líquido 7.620 8.009 -4,9%
*Saldo entre as receitas e as despesas com intermediação financeira, incluindo provisões com crédito de liquidação duvidosa

Crédito
A carteira de crédito ampliado (avais, fianças, valores a receber com cartões de crédito e cessão de crédito) atingiu o montante de R$ 215,34 bilhões em 2008, apresentando evolução de 33,4% em relação a 2007.

As operações com pessoas físicas totalizaram R$ 73,76 bilhões, avanço de 24,4%, enquanto que as operações com pessoas jurídicas cresceram 38,6%.

 

Contato