Saque-calamidade FGTS: veja quem tem direito a até R$ 6,2 mil e como solicitar

É possível realizar saques do saldo da conta vinculada em situações como a do Rio Grande do Sul

Carla Carvalho

Aplicativo do FGTS (Marcelo Camargo / Agência Brasil)

Publicidade

Os trabalhadores que possuem saldo em contas vinculadas podem realizar o saque-calamidade FGTS em alguns municípios gaúchos atingidos pelas fortes chuvas e enchentes. O valor máximo para o saque é de R$ 6.220 por conta vinculada, limitado ao saldo da conta.

A Caixa Econômica Federal informou que não é mais preciso respeitar o prazo mínimo de 12 meses para cada calamidade para realizar o saque. Ou seja, quem sacou na última enchente, em setembro do ano passado, também tem direito ao benefício agora.

Além de Porto Alegre, outros 21 municípios foram incluídos na lista de beneficiados pelo saque-calamidade. São eles:

Continua depois da publicidade

Lembrando que outros 16 municípios permanecem com o saque-calamidade ativo, desde os eventos climáticos do último trimestre de 2023:

Como solicitar o saque-calamidade?

Como as agências da Caixa estão em situação de emergência (muitas fechadas), a recomendação é de que os beneficiários façam o pedido pelo aplicativo FGTS.

No aplicativo, o passo a passo é o seguinte:

Continua depois da publicidade

Depois, é só aguardar a análise da Caixa. Se estiver tudo certo, o seu benefício será disponibilizado.

Documentos para saque-calamidade

Além de uma selfie, a Caixa exige a seguinte documentação: