Em minhas-financas / planos-saude

ANS proíbe venda de planos de saúde de seis operadoras

A medida é diferente da suspensão periódica da venda de planos de saúde. No caso dessas operadoras, a venda de planos fica definitivamente proibida

SÃO PAULO - A ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) suspendeu na última terça-feira (22) a venda de planos de saúde de seis operadoras.

A resolução publicada no Diário Oficial da União proíbe as operadoras Medline, Assistência Médica, Ameno Assistência Médica, Instituto Português Brasileiro de Assistência, Odontobet, Centro Popular Pró Melhoramento do Bom Jesus e a Sociedade Médica de Pirapora de venderem planos de saúde e produtos.

A ANS também prevê a alienação da carteira de benefícios de cada operadora no prazo de até 30 dias depois do recebimento da intimação. A medida é diferente da suspensão periódica da venda de planos de saúde, na qual a comercialização é vetada por três meses, até que as empresas corrijam falhas apontadas pelos consumidores.

No caso dessas seis operadoras, a venda de planos fica definitivamente proibida, uma vez que elas já descumpriram exigências anteriores da agência. Esse é o primeiro passado para a extinção das empresas, que passarão os beneficiários para outras operadoras interessadas.

 

Contato