Em minhas-financas / planeje-suas-financas

Reclamações contra bancos e consórcios caem em novembro, aponta BC

Queixas sobre os bancos tiveram queda mensal de 6,49%; já contra as administradoras de consórcios o recuo foi de 12,5%

sede Banco Central Brasília
(Divulgação/BC)

SÃO PAULO – Entre os meses de outubro e novembro o número de reclamações registradas no Banco Central contra as instituições financeiras caiu. De acordo com os dados do BC divulgados nesta segunda-feira (17), em novembro, foram apontadas 1.382 queixas contra os bancos – queda de 6,49%. Já sobre as administradoras de consórcios foram 21, resultando em 12,5% de queda.

Na comparação anual, em relação a novembro de 2011, houve diminuição de 11,9% no número de reclamações contra instituições bancárias, ao passo que os consórcios acumularam uma queda maior, de 41,6% na quantidade de queixas.

Principais queixas
Débito não autorizado foi o maior motivo que levou os usuários ao registro de reclamações no Banco Central – foram 217 no total. Já cobrança irregular por serviços não contratados está logo após, com 172 queixas. Prestação de serviço irregular teve 167 casos contabilizados.

Por outro lado, nas reclamações com consórcios, a maior quantidade de insatisfações ficou com liberação de crédito (nove queixas procedentes); esclarecimentos incompletos/incorretos, com cinco casos e por fim, reclamações contra devoluções, com quatro registros.

 

Contato