Balanço parcial até 17h

Pix: 1º dia da fase restrita teve 1.570 transações, com valor médio de R$ 90

BC diz que algumas instituições tiveram dificuldades como lentidão, instabilidades e indisponibilidade de sistemas. Outras, demora para liquidar transações

(Getty Images)
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A fase restrita do Pix, novo sistema de pagamento do Banco Central, começou a funcionar nesta terça-feira (3) e vai até 15 de novembro. Nesse momento, que BC chamou de soft opening, o Pix funciona com transações e valores reais, mas para um número limitado de clientes. A escolha fica com as instituições financeiras habilitadas.

Carlos Eduardo Brandt, chefe-adjunto do Departamento de Competição e de Estrutura do Mercado Financeiro do Banco Central, explicou que foram feitas 1.570 transações entre instituições diferentes nesse primeiro dia de operação do Pix, considerando o período entre 9h e 17h. Pessoas físicas e jurídicas participaram de transações a um valor médio de R$ 90 cada uma. Ainda, a maior transação em valor foi de R$ 35 mil.

“Essa quantidade limitada de ordens foi bastante compatível com o primeiro dia de operação, já que muitas empresas estão ajustando seus sistemas e os clientes estão se familiarizando com a dinâmica do Pix. Mas o ecossistema está preparado para continuar funcionando e, a partir do dia 9 de novembro, mais clientes entram nessa etapa restrita”, disse Brandt durante coletiva feita na tarde desta terça-feira.

Aprenda a investir na bolsa

Como já havia sido explicado, as empresas podem selecionar entre 1% e 5% da sua base de clientes para realizar transações pelo Pix. Entre os dias 9 e 15 de novembro, as instituições financeiras poderão ampliar a quantidade de clientes que poderão efetuar transferências ou pagamentos de 5% para 10% ou para 15% da sua base.

Vale lembrar que todas as pessoas que têm conta em instituições autorizadas pelo BC poderão receber um valor por meio do Pix na fase restrita, mas nem todas poderão efetuar o pagamento ou transferência. Brandt destacou que foram cadastradas 2.240.266 novas chaves Pix nesta terça-feira.

No total, são mais de 60 milhões de chaves registradas nas 762 instituições participantes do sistema e mais de 25 milhões de pessoas detêm essas chaves cadatradas – vale dizer que cada pessoa pode ter até cinco chaves por conta por instituição. 

“Esses números reforçam toda a mobilização em torno do Pix e, por isso, a nossa expectativa é que a quantidade de operações vá subindo ao longo da semana”, disse o executivo do BC.

Nessa fase restrita todos os serviços do Pix anunciados para a estreia do sistema estão funcionando, incluindo transferências e pagamentos com QR Codes.

As operações estão funcionando em horários limitados por enquanyo. Veja:

Dias Horário de funcionamento 
Regra geral (segunda, terça, quarta, sábado e domingo)Entre 9h e 22h
Quintas-feirasEntre 9h e 24h
Sextas-feirasEntre 0h e 22h
A partir de 16 de novembroSistema começa a funcionar às 9h e estará ativo 24h por dia, todos os dias da semana, inclusive feriados

Falhas e problemas de sistema

PUBLICIDADE

Ângelo Duarte, chefe do Departamento de Competição e de Estrutura do Mercado Financeiro do Banco Central, explicou que aconteceram irregularidades durante o primeiro dia de testes, mas que nada foi fora do normal. “O objetivo é deixar o sistema funcionar e avaliar os potenciais problemas para que as transações sejam seguras e o sistema opere de forma coordenada quando a operação começar de forma plena, no dia 16 de novembro”, diz.

Segundo ele, algumas instituições tiveram dificuldades como lentidão ou instabilidades nos sistemas, demora na liquidação das transações. Algumas, inclusive, ficaram com sistemas indisponíveis. “Tivemos sim percalços técnicos, mas dentro do esperado pelas equipes técnicas. Ao longo do dia, vários desses problemas foram sendo sanados”, disse. De acordo com Duarte, os sistemas do próprio BC operaram de forma satisfatória, “sem interrupção e sem nenhuma intercorrência”.

Já Brandt ressaltou que esta terça-feira foi um dia de conectividade. “Um universo grande de instituições se conectaram e parte das transações demoraram mais de 10 segundos, que seria o nível normal de serviço. Mas é normal. Vale lembrar que, mesmo com o sistema pleno, os dez segundos valem para 99% das transações. Temos uma tolerância para 1% das transações demorarem mais de 10 segundos”, explica.

Newsletter InfoMoney
Informações, análises e recomendações que valem dinheiro, todos os dias no seu email:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.