Diz TeleCheque

Pessoas sem dependentes são maior parte de inadimplentes com cheques

Segundo pesquisa da TeleCheque, esse grupo representa 36,5% do total dos inadimplentes

Por  Luiza Belloni Veronesi

SÃO PAULO – As pessoas sem dependentes formam o maior grupo de inadimplentes nos pagamentos com cheques, representando 36,5% do total de uma pesquisa realizada entre março e abril pela TeleCheque, empresa especializada em análise de crédito em compras com cheques.

O grupo com um dependente ficou em segundo lugar entre os inadimplentes, com 28,1%. Em terceiro, pessoas com dois dependentes representaram uma fatia de 21,6%. Segundo a pesquisa, 64,7% das dívidas em cheque estão entre R$ 50 e R$ 499,99 e o rendimento de 39% dos inadimplentes está entre R$ 511,00 e R$ 2.040 mensais.

Mulheres são maioria entre inadimplentes
Entre os pesquisados, as mulheres são novamente a maioria dos consumidores em inadimplência no segundo bimestre de 2013, representando 58,1%, enquanto os homens representam os 41,9% restantes. Do público feminino, 47,1% está na faixa etária de 21 a 50 anos. Entre os homens, 35,5% estão também nessa faixa.

Já o segmento mais atingido pela inadimplência dos consumidores foi o de “alimentação”, com 14,5% dos devedores na amostra pesquisada. O item na segunda colocação em inadimplência foi “acessórios automotivos e manutenção”, com 13,2% do grupo, seguido por “roupa e vestuário” com 12,2%.

Motivos
Entre os motivos, o descontrole financeiro foi, mais uma vez, alegado pela maioria dos respondentes, 49,4%. A explicação “ter sido fiador, avalista ou emprestar o nome” ficou com 11,7%. A pesquisa realizada pela TeleCheque teve como foco pessoas inadimplentes, usuárias de cheque, como instrumento de crédito.

O estudo foi realizado via telefone, pela Central de Recuperação da empresa, que ouviu 1.155 consumidores.

Compartilhe