Para 78% dos empresários, inadimplência dos consumidores deve aumentar

De acordo com pesquisa da Serasa, 69% acreditam que endividamento da população também irá aumentar

SÃO PAULO – Levantamento divulgado nesta segunda-feira (30) pela Serasa aponta que 78% dos empresários brasileiros esperam crescimento da inadimplência dos consumidores no segundo trimestre deste ano, em relação ao mesmo período de 2008. Nos primeiros três meses do ano, 72% já apontavam para o aumento.

Entre as regiões do Brasil, a “Pesquisa Serasa de Perspectiva Empresarial”, realizada na primeira quinzena de março com 1.015 executivos, indica que, no Centro-Oeste, 79% dos entrevistados pensam que haverá alta na inadimplência, assim como no Sul, que possui o mesmo percentual. Em seguida, aparecem Sudeste (77%), Nordeste (75%) e Norte (64%).

O pessimismo com o aumento da inadimplência é maior entre executivos das instituições financeiras, com 95% das respostas apontando para essa perspectiva. Em seguida, vêm o setor da Indústria, com 84%.

Endividamento

Considerando o segundo trimestre do ano, 69% dos empresários apostam na alta do endividamento da população, em todo o País. O comércio e as instituições financeiras são os que mais acreditam em aumento do endividamento, com 74% e 72% das respostas, nesta ordem.

A expectativa de alta no endividamento também é compartilhada por 72% dos pesquisados da região Nordeste, seguidos pelos do Centro-Oeste (71%), Sudeste (69%), Sul (69%) e Norte (57%).

Queda na renda

Na opinião de 53% dos empresários da indústria, do comércio e do setor de serviços, a renda do brasileiro deve encolher no segundo trimestre de 2008. Na série histórica dos segundos trimestres, desde 2005, este foi o indicador que apontou a maior queda no período.

Dos empresários das instituições financeiras, 65% esperam decréscimo na renda dos brasileiros. Entre as empresas, as de médio e grande porte estão entre as que mais esperam essa queda, com 59% cada.

Dentre as regiões, a Sudeste (59%) é menos otimista na questão da renda.