Em minhas-financas

Internet: aprenda a lidar com os e-mails e evite a ação de fraudadores e spammers

Para evitar a ação de hackers e spammers e obter mais segurança, tome alguns cuidados na hora de enviar e-mails

v class="show-for-large id-0 cm-clear float-left cm-mg-40-r cm-mg-20-b" data-show="desktop" data-widgetid="0" style="">
SÃO PAULO - A cada dia novas pragas virtuais surgem para infernizar a vida dos internautas. Através de e-mails maliciosos, os criminosos conseguem transmitir vírus, invadir computadores ou até mesmo roubar dados dos usuários.

Por conta disso, o Procon-GO resolveu fazer uma alerta aos consumidores. Tendo em vista as diversas reclamações recebidas, o órgão Estadual de Defesa e Proteção do Consumidor fornece algumas dicas sobre o assunto.

O melhor que o internauta tem a fazer nestes casos é deletar os e-mails sem repassá-los a ninguém, a fim de tentar quebrar a corrente formada. Lembre-se que você não vai morrer nem ter azar no amor se arrebentar uma corrente.

Mandando e-mails
Para evitar a ação de hackers e spammers, além de obter mais segurança, alguns cuidados devem ser tomados na hora de enviar um e-mail. Para começar, corte os milhões de quilômetros de cabeçalhos e apague o "Fw" ou "En" do assunto das mensagens.

Ao mandar uma mensagem para mais de uma pessoa, não envie com o "Para" nem com o "Cc". Selecione a opção "Cco" ou "Bbc", pois desta maneira nenhum endereço eletrônico aparece no e-mail.

Além disso, ao reenviar uma mensagem, retire os nomes e e-mails das pessoas por onde os e-mails já passaram. Saiba que existem programas na Internet que captam tudo o que vem antes e depois de um "@". As informações são vendidas para spammers, que espalham propagandas e vírus pela rede.

Não acredite em tudo o que você recebe, mesmo que o remetente for conhecido. Observe o texto, reflita e analise bem a mensagem antes de repassá-la aos amigos. Cuidado com mensagens-lista de dados de pessoas, que cada um vai colocando seus nomes, endereços e telefones reais e repassando. Lembre-se que os dados podem ser facilmente utilizados por assaltantes, seqüestradores etc.

Grandes empresas não dão nada através de e-mails
Em primeiro lugar, saiba que grandes empresas não usam correspondência do tipo corrente nem dão nada através da internet. Se receber mensagens afirmando que alguma empresa está oferecendo dinheiro, celulares, kits ou quaisquer outros produtos, desconfie e não repasse as mensagens.

Outra informação falsa, repassada pela rede, é que emissoras de televisão lhe darão o direito de ficar em seus bastidores caso você remeta o e-mail a um monte de gente. Não acredite e delete as mensagens.

Cuidado com a filantropia!
Mensagens com conteúdos "filantrópicos" também são muito comuns na internet. Ao receber uma, desconfie e não repasse sem ter certeza de sua veracidade. Quando receber um e-mail pedindo ajuda para alguém, com ou sem fotos comoventes, não repasse apenas para fazer a sua parte, pois pode haver alguém cheio de má intenção por trás disso.

Desconfie ao receber abaixo-assinados eletrônicos. Geralmente eles são falsos e não significam nada para quem pode mudar a situação exposta. O objetivo de tais mensagens é obter endereços eletrônicos e nada será feito sobre o que está sendo denunciado.

Tome cuidado ainda com e-mails que denunciam golpes e crimes. Saiba que não existe uma organização de ladrões de fígado e que ninguém está acordando numa banheira cheia de gelo, mesmo se um amigo jurar que isto aconteceu a algum conhecido.

Por fim, nunca reenvie qualquer e-mail alertando sobre algum vírus sem checar, em um site confiável, a veracidade da informação. Lembre-se que não existem vírus "Good Times", "Bad Times", "Sapinhos Budweiser", "Lula Abstêmio" etc.

 

Contato