Em minhas-financas

Vida e trabalho: qual é a sua motivação?

Os campos profissional e pessoal exigem muito de você, mas também lhe oferecem dois tipos diferentes de motivação; que tal valorizá-los?

v class="show-for-large id-0 cm-clear float-left cm-mg-40-r cm-mg-20-b" data-show="desktop" data-widgetid="0" style="">
SÃO PAULO - Você, com certeza, já deve ter ouvido o questionamento: "trabalha para viver ou vive para trabalhar?" Pois bem, o que deve ser levado em consideração é que, na maior parte do tempo, os campos profissional e pessoal andam praticamente juntos. Por mais que se queira dividir, fica difícil separar.

Por mais que você se "vanglorie" por saber isolar ambos, qualquer problema em sua vida fora do trabalho afeta diretamente o seu desempenho, e vice-versa. E você sabe por que isso acontece?

Dois lados da questão
Todos nós somos movidos por dois tipos de motivação: a pessoal e a profissional. Observá-las com atenção e reconhecer sua importância é extremamente positivo para que você possa conciliar estes dois mundos tão competitivos. Afinal, ambos exigem sua atenção, sua energia praticamente 24 horas do dia, certo?

Para facilitar, uma dica: evite alimentar esta competição. Procure conduzir estes dois campos em harmonia, na medida do possível. É claro que, falando assim, tudo parece simples, mas não é! Portanto o que você deve ter em mente, é que estes dois mundos podem lhe fornecer dois tipos diferentes de energia, que podem movê-lo para frente e prepará-lo para a realização de muitos sonhos. Quer ver só?

Problemas e problemas...
Tudo seria lindo se a vida pessoal e a vida profissional andassem sempre às mil maravilhas. Você sentiria os dois tipos de motivação ao mesmo tempo e este seria o mundo ideal. Mas as coisas não acontecem assim e o importante é encontrar o equilíbrio.

Por exemplo: quando os problemas lhe "atolam" no trabalho, tem coisa mais reconfortante do que voltar para casa? Aquele lar em harmonia, no aconchego de filhos e cônjuges, ou com o carinho dos seus pais? Trata-se da sua motivação pessoal: a razão que o faz seguir adiante, lutar pelo que quer.

E a sua motivação pessoal, a sua energia, pode estar ligada a outros fatores, e não só à família: o desejo de vencer, a certeza de onde quer chegar, a realização de um sonho - seja de viajar para o exterior ou de comprar carro ou casa -, também o movem positivamente.

Já por outro lado, quando parece que, literalmente, sua casa vai "cair" sobre sua cabeça, o trabalho se transforma em mola propulsora, dando-lhe energia para suportar os problemas e a ter maior discernimento para encará-los de frente.

O segredo, portanto, está em reconhecer estes dois mundos como fornecedores de motivação, e não apenas como possíveis fontes de problemas. A dica, portanto é: trabalhe... mas viva também!

 

Contato