Em minhas-financas

Comemorações: saiba como deixar suas ceias mais sustentáveis

Esses momentos podem ser usados para repensar velhos hábitos e colocar em ação práticas mais sustentáveis

SÃO PAULO - O fim do ano se aproxima e o momento é de preparar as ceias de Natal e Réveillon. Apesar do clima de festa, comemorada geralmente com muita fartura de alimentos, bebidas e presentes, esta época também é uma oportunidade de repensar velhos hábitos e colocar em ação práticas mais sustentáveis.

Escolher presentes mais educativos para as crianças, comprar decorações mais sustentáveis e aprender a reutilizar o que ainda está em boas condições pode incentivar novos hábitos para o próximo ano.

Presentes
Para as crianças, os brinquedos educativos devem ser priorizados como opção. De acordo com o Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor), o consumidor pode optar por itens mais artesanais, salientando que o presente não precisa ter uma cara rústica para ser artesanal.

Segundo a pesquisadora do Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor), Adriana Charoux, essas soluções contribuem para priorizar a diversão e o prazer de brincar nas crianças, em detrimento de impulsos consumistas por um brinquedo da moda. “As soluções sustentáveis nas escolhas dos presentes, além de darem um charme especial, também impactam positivamente no bolso”, explica.

O Instituto também aconselha que o consumidor pesquise sobre o fabricante do produto. Nesse ponto, a internet é uma aliada dos pais na pesquisa sobre o histórico das fabricantes dos produtos.

Outra boa opção na hora de presentear são os bazares de troca, onde é possível adquirir novos objetos, impactando minimamente o meio ambiente.

Para embalar os presentes, o consumidor deve dar preferência ao reaproveitamento do que já existe. A dica do Idec é abandonar os descartáveis e priorizar as embalagens reutilizáveis, adereços mais simples, sem uma quantidade desnecessária de plásticos e demais embalagens - o que acaba indo para o lixo muito rapidamente, gerando diversos impactos negativos no meio ambiente.

Reutilize a decoração
Para decorar a casa, o consumidor deve optar por objetos de decoração reaproveitados do ano anterior. Ao terminar a festa, se guardados de forma correta, eles poderão ser usados no ano seguinte.

Também é possível decorar a mesa com vasos e plantas da estação e iluminar a celebração com velas, que, além de darem um charme especial, ajudarão na economia de energia elétrica.

Outra dica importante é evitar ainda copos, pratos e talheres descartáveis, diminuindo o desperdício de plástico.

Ceias
Para evitar desperdício de alimentos durante as ceias, o consumidor deve estipular adequadamente a quantidade de comida necessária para os convidados.

Segundo o Idec, uma boa forma de combater o desperdício é utilizar receitas que se façam valer do aproveitamento integral do que pode ser consumido. “Essa prática auxilia também na diminuição da geração de resíduos orgânicos”, comenta Adriana.

Outra boa alternativa é fazer uma ceia que priorize produtos e frutas da estação: nozes e castanhas podem ser substituídas por frutas encontradas com maior facilidade e por um menor preço, como ameixas e uvas. A pesquisadora do Idec também sugere que essas frutas sejam adquiridas em feiras orgânicas. “Comprar na feira, além de ser mais barato e saudável, contribui para o encurtamento das cadeias de produção, aproximando a produção de seu local de consumo”, acrescenta.

 

Contato