Justiça começa a liberar saque de precatórios de 2022, 2023 e 2024; veja o que fazer

Liberação de recursos segue cronograma dos TRFs para contas judiciais de Caixa Econômica Federal e BB

Gilmara Santos

Publicidade

Tribunais Regionais Federais (TRFs) começaram a liberar o pagamento de precatórios. O valor total é de R$ 93,14 bilhões, segundo informou o Tesouro Nacional. As liberações de recursos referem-se aos anos de 2022 e 2023, que não foram pagos pelo governo do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), e parte de 2024.

Deste montante, a Justiça Federal já liberou R$ 27,7 bilhões para pagar aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), que venceram ações de concessão ou revisão do benefício no Judiciário.

Importante lembrar que precatórios são ordens judiciais para que o governo brasileiro inclua no orçamento um determinado valor a ser pago àqueles que venceram demandas contra o Poder Público.

Masterclass

O Poder da Renda Fixa Turbo

Aprenda na prática como aumentar o seu patrimônio com rentabilidade, simplicidade e segurança (e ainda ganhe 02 presentes do InfoMoney)

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

O pagamento dos valores ocorre depois de uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que no início de dezembro de 2023, reconheceu a inconstitucionalidade da Proposta de Emenda Constitucional 23/01, a ‘PEC dos Precatórios’, que possibilitava a postergação do pagamento dos passivos para até 2027.

O Supremo acolheu o pedido da União para a retomada da regularidade no pagamento dos precatórios federais, que havia sido interrompido durante a gestão de Bolsonaro.

Saques

Os saques serão feitos de acordo com o cronograma de cada tribunal e devem estar disponíveis já em janeiro, em contas judiciais da Caixa Econômica Federal ou do Banco do Brasil.

Continua depois da publicidade

Na Justiça Federal da 3ª Região, que engloba os estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, por exemplo, foram depositados cerca de R$ 17 bilhões para 84.874 beneficiários.

Já no TRF2 (Rio de Janeiro e Espírito Santo) foram depositados R$ 18 bilhões para 22.534 beneficiários, em um total de 13.703 processos.

Segundo o TRF2, após a divulgação dos demonstrativos de pagamento, os precatórios estarão liberados para levantamento pelos beneficiários a partir de 15 de janeiro.

Golpes

Os tribunais alertam que o pagamento de precatórios tem atraído golpistas. Sobre isso, os TRFs informam que:

Gilmara Santos

Jornalista especializada em economia e negócios. Foi editora de legislação da Gazeta Mercantil e de Economia do Diário do Grande ABC.