EXPERIMENTE!

Clique e experimente a
versão rápida do

Em minhas-financas / impostos

Veja como declarar o consórcio corretamente no IR 2014

Consórcios, contemplados ou não devem ser declarados, precisam ser declarados

SÃO PAULO - O portal Prestum preparou uma série de guias para auxiliar na Declaração do Imposto de Renda. A principal regra para declaração do imposto de renda é que todos os bens e direitos devem ser declarados. 

Uma das dúvidas mais comuns é com relação aos consórcios, que contemplados ou não devem ser declarados. Porém, a maneira de declará-lo muda em razão da situação da cota. 

  • Cota não contemplada: Se a sua cota ainda não foi contemplada, declare-a na ficha “bens e Direitos” sob o código 95 e os dados da administradora (nome, CNPJ e o bem/objeto contratado). Na coluna do ano 2012, se o consórcio foi adquirido nesse ano, informe a soma do valor pago até 31/12/2012. Na coluna 2013, informe o valor já pago em 2012, acrescido dos valores pagos em 2013. Se o consórcio foi adquirido em 2013, deixe a coluna 2012 em branco e apenas coloque o valo pago durante 2013. 
  • Cota de consórcio contemplada, com crédito ainda não utilizado: Se a cota de consórcio estiver contemplado mas você estiver esperando a efetiva aquisição do bem contratado ou do bem objeto do contrato de consórcio, o procedimento para declaração é exatamente o mesmo para a cota não contemplada. 
  • Cota de consórcio contemplada: Na coluna “discriminação da declaração de bens e direitos” informe o código 95 e os dados do consórcio. Na coluna do ano de 2012, informe a somatória do valor pago até então. Na coluna 2013 deixe em branco a informação. Faça um novo registro na coluna de discriminação de bens e direitos e informe o código do bem adquirido. Neste novo lançamento, discrimine os dados do bem adquirido e informe a forma de pagamento utilizada (consórcio de imóvel, por exemplo). Deixe o campo 2012 em branco e lance os valores pagos na aquisição na coluna 31/12/2013.

Contato