Em minhas-financas / impostos

Tributos dos produtos natalinos chegam a 59,4% do valor; confira a lista

Segundo pesquisa do IBPT, carga tributária de espumante chega a 59,49%

Panetone
(ThinkStock)

SÃO PAULO – Os consumidores podem pagar mais de 59% em tributos no valor dos itens mais consumidos nas festas de final de ano. Segundo estudo realizado pelo IBPT (Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário), as bebidas são os itens com maior tributação.

Quem pretende brindar a data com espumante terá de desembolsar 59,49% a mais do valor real da bebida somente para pagar tributos. Na cerveja a carga tributária chega a 55,6% e na sidra, 48,24% do valor.

A carga tributária também é elevada nos alimentos típicos de fim de ano: do preço do chester, peru ou pernil, 29,32% são tributos. Já no bacalhau importado, a carga tributária é de 43,78%, nas nozes, 36,45% e no panetone, 34,63%.

A pesquisa também mostrou que nem a decoração está livre de tributos. Para se ter uma ideia, a carga tributária da árvore de Natal é de 39,23%, os enfeites carregam uma tributação de 48,02% e o presépio, 35,93%.

Entre as sugestões de presentes favoritos para esta época do ano, o aparelho de mp3 ou iPod é um dos mais tributados, com 49,45%.

Veja a tabela completa do estudo:

Carga tributária dos produtos de  fim de ano  
Produtos Carga Tributária
Espumante 59,49%
Cerveja (lata) 55,60%
Cerveja garrafa 55,60%
Cosméticos 54,88%
Jóias 50,44%
Aparelho de DVD 50,39%
Aparelho MP3 ou iPod 49,45%
Sidra 48,24%
Enfeites de Natal 48,02%
Bicicleta 45,93%
Câmera fotográfica 44,75%
Taças 44,40%
DVD 44,20%
Bacalhau importado 43,78%
Telefone celular 39,80%
Brinquedos 39,70%
Árvore de Natal 39,23%
Cartão de Natal 37,48%
Nozes 36,45%
Presépio  de Natal 35,93%
Roupas 34,67%
Panetone 34,63%
Computador acima de R$ 3.000,00 33,62%
Chester/Perú/Pernil 29,32%
Computador até R$ 3.000,00 24,30%
Livros 15,52%
* Fonte IBPT - Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário 

 

Contato