Em minhas-financas / gadgets

Bloqueio de celulares "piratas" atinge mais de 500 mil usuários neste domingo

A ação acontece em 15 estados brasileiros, incluindo São Paulo e Minas Gerais

Celular
(Shutterstock.com)

SÃO PAULO - A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) dará início no próximo domingo (24) a última fase de bloqueio de celulares irregulares. A ação acontece em 15 estados brasileiros, incluindo São Paulo e Minas Gerais, e deve atingir mais de 500 mil dispositivos. 

Dessa vez, a Anatel irá bloquear os aparelhos que foram habilitados a partir do dia 7 de janeiro de 2019. São considerados irregulares todos os modelos que não possuem selo de certificação da Agência ou que tenham tido seu IMEI (número de identificação) alterado.

A Anatel é a responsável por garantir a segurança dos celulares, a compatibilidade do aparelho com a telefonia brasileira e impedir choques, sobrecarga, radiação ou outros perigos que o telefone possa causar ao usuário.

Quando bloqueado, não é mais possível conectar o celular aos dados móveis das operadoras, mas aplicativos e wi-fi continuam funcionando.

A iniciativa de bloqueio pela Anatel iniciou em 2018 e já bloqueou mais de 244 mil dispositivos. Os maiores números de aparelhos irregulares, até agora, foram registrados em Goiás (85.970), Distrito Federal (60.321) e Rio de Janeiro (38.496).

No próximo domingo, os estados afetadas serão: Amazonas, Roraima, Pará, Amapá, Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Bahia, Minas Gerais e São Paulo.

Para saber se seu celular será afetado, basta basta digitar o IMEI no site da AnatelCaso você não possua mais a caixa do aparelho, pode consultar o número digitando *#06# no espaço de chamada do seu dispositivo. Aparelhos com mais de um chip possuem mais de um IMEI.

Além disso, a partir do dia 7 de janeiro, a Agência enviou um aviso a todos aos aparelhos que seriam bloqueados, informando a irregularidade. Mais de 531 mil mensagens já foram enviadas.

Celulares comprados no exterior também correm o risco de ser bloqueados, a não ser que possuam “fabricantes legítimos” - ou seja, marcas que não tenham sofrido impedimentos de funcionar no Brasil.

Se você recebeu o aviso da Anatel, ou consultou seu IMEI e ele está irregular, deve entrar em contato com o lugar onde comprou seu aparelho e exigir informações.

Quer trocar de celular? Invista. Abra uma conta gratuita na XP!

 

Contato