Em minhas-financas / gadgets

Apple lança iPad Air de nível médio com tela maior e novo iPad mini

Os anúncios desta segunda-feira antecedem em uma semana o lançamento de um pacote de mídia e entretenimento projetado para competir com a Netflix

iPad Air
(Reprodução)

(Bloomberg) -- A Apple estreou um novo iPad de nível médio com tela maior e lançou a primeira atualização do iPad mini desde 2015. Os anúncios desta segunda-feira antecedem em uma semana o lançamento de um pacote de mídia e entretenimento projetado para competir com a Netflix.

A empresa lançou um novo iPad Air com tela de 10,5 polegadas (26,6 cm), trazendo de volta um modelo eliminado há alguns anos quando a Apple lançou o iPad Pro. A tela é maior do que a do modelo de 9,7 polegadas (24,6 cm) projetado para a educação, vendido a US$ 329 e lançado pela Apple no ano passado. O iPad mini, um aparelho para o qual alguns consumidores vêm buscando uma atualização, continua usando uma tela de 7,9 polegadas (20 cm). O iPad maior lançado nesta segunda-feira suporta o Smart Keyboard da empresa e os dois novos dispositivos trabalham com a Apple Pencil e incluem um processador A12 mais rápido, um degrau acima do chip A10 usado no modelo educacional do ano passado.

Os novos modelos ainda usam um botão home com escâner da impressão digital em vez de reconhecimento facial como nas versões mais caras. Os novos modelos do mini iPad ainda são vendidos a partir de US$ 399 e o iPad Air de 10,5 polegadas é vendido a partir de US$ 499. Eles estão disponíveis para pedido on-line agora e chegarão às lojas na semana que vem, informou a Apple.

Como todas as versões do iPad desde a primeira, de 2010, os modelos mais recentes vêm de fábrica com configurações para conexão apenas por Wi-Fi ou também por redes de celulares. O iPad mini com conexão de celular custa US$ 529 e o iPad Air com o mesmo recurso custa US$ 629. Ambos os iPads vêm com opções de capacidade de armazenamento de 64GB e 256GB.

No ano passado, a Apple realizou um evento de lançamento para promover o iPad de nível de entrada anterior e seus esforços voltados à educação em uma escola do Ensino Médio da região de Chicago. A empresa reformulou sua linha de tablets mais cara, iPad Pro, em outubro do ano passado com o Face ID e molduras mais finas.

Em 25 de março, a Apple realizará um evento para lançar seu concorrente para a Netflix e o serviço de assinatura Apple News Magazines. A empresa também planeja anunciar as próximas atualizações importantes do iPhone, do iPad, do Mac, do Apple Watch e do Apple TV em 3 de junho. A Apple pode posicionar o aparelho mais barato como plataforma centralizadora dos novos serviços e como forma de usar o software mais recente da empresa.

A estratégia da Apple para o iPad nos últimos anos vinha dividindo a categoria em duas linhas: modelos de qualidade inferior voltados à educação e modelos sofisticados para usuários corporativos. A empresa normalmente atualiza as versões mais baratas em março e os modelos Pro no segundo semestre do ano. Mas neste ano a empresa está levando os iPads de nível de entrada em direção ao extremo mais sofisticado do mercado.

Invista melhor o seu dinheiro. Abra uma conta gratuita na XP. 

 

Contato