Em minhas-financas / gadgets

Bancos, e não hackers, geram maioria dos problemas de segurança

"A grande maioria dos problemas de segurança e dos incidentes de TI não é provocada por atividades criminosas externas", afirma o presidente do BaFin, Felix Hufeld

Hackers
(Shutterstock)

(Bloomberg) -- O firewall de um banco foi violado por hackers? Na maioria das vezes, trata-se de erro humano ou controle ruim da tecnologia da informação pela própria instituição, segundo o principal órgão regulador do sistema financeiro da Alemanha.

“A grande maioria dos problemas de segurança e dos incidentes de TI não é provocada por atividades criminosas externas”, disse o presidente do BaFin, Felix Hufeld. “Algo entre dois terços e 75 por cento dos incidentes é provocado por contratempos internos, erros ou problemas de procedimento.”

Hufeld não citou nenhuma instituição, mas o maior banco do país, o Deutsche Bank, teve problemas de TI vergonhosos, como transferências não intencionais de bilhões de euros. Essas falhas podem ter consequências porque os órgãos reguladores estão dando ordens para que os bancos com sistemas informatizados ruins retenham mais capital.

Ainda assim, hackers que atacam instituições financeiras são algo que deve ser levado a sério, disse Hufeld, em conferência na Basileia, na Suíça, nesta quarta-feira. Os órgãos reguladores estão pressionando as empresas a melhorar suas defesas e o planejamento para reagir a ataques bem-sucedidos, disse.

“A diferença entre resolver um problema em duas horas, em oito horas ou em 24 horas pode ser de US$ 20 bilhões”, disse.

Invista melhor o seu dinheiro: abra uma conta gratuita na XP

 

Contato