Em minhas-financas / gadgets

Zuckerberg anuncia integração entre WhatsApp e Messenger em uma única plataforma

O foco com a nova plataforma será a privacidade    

Whatsapp
(Rahul Ramachandram / Shutterstock.com)

SÃO PAULO - Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, anunciou a integração entre as WhatsApp e Messenger - ambos pertencentes ao grupo, de acordo com um comunicado oficial da empresa divulgado também na rede social. O foco com a nova plataforma será a privacidade.

"As pessoas querem poder escolher o serviço que usam para se comunicar. No entanto, hoje, se você quiser enviar mensagens para as pessoas no Facebook, você precisa usar o Messenger, no Instagram você tem que usar o Direct, e no WhatsApp você tem que usar o próprio app. Queremos oferecer às pessoas uma opção para que elas possam alcançar seus amigos nessas redes a partir do aplicativo que preferirem", afirma o CEO no comunicado.

Segundo Zuckerberg, em poucos anos as futuras versões do Messenger e do WhatsApp podem se tornar as principais formas de comunicação das pessoas vinculadas ao Facebook.

"Estamos focados em tornar esses dois aplicativos mais rápidos, mais simples, mais privados e mais seguros, inclusive com criptografia de ponta a ponta. Em seguida, planejamos adicionar mais maneiras de interagir com seus amigos, grupos e empresas", afirmou.

O executivo já havia dado sinais de que a notícia seria dada em breve, mas até então nada estava confirmado. Tudo indica que o Instagram também vai entrar nessa plataforma. 

"Você pode imaginar muitas experiências simples: como uma pessoa que descobre uma oferta no Instagram e transita facilmente para o aplicativo de mensagens preferido para pagamentos seguros e suporte ao cliente; outra pessoa quer conversar com um amigo e enviar uma mensagem para seu aplicativo preferido sem precisar pensar em qual app essa pessoa prefere checar; ou você simplesmente publica uma parte do seu dia no Facebook e no Instagram e pode receber todas as respostas de seus amigos em um só lugar", exemplifica o CEO. 

No entanto, para isso acontecer ainda há alguns desafios. "Primeiro, a Apple não permite que aplicativos interajam com o SMS em seus dispositivos, por isso só poderíamos fazer isso no Android. Segundo, precisamos garantir que a interoperabilidade não comprometa a expectativa de criptografia que as pessoas já usam no WhatsApp. Por fim, criaria vulnerabilidades de segurança e spam em um sistema criptografado para permitir que as pessoas enviassem mensagens de aplicativos desconhecidos, onde nossos sistemas de segurança e segurança não poderiam ver os padrões de atividade", explica.

Tudo ainda está em andamento e não foi informada nenhuma data de início da plataforma nova ou como vai funcionar.  

Invista melhor seu dinheiro. Abra sua conta na XP.

 

Contato