Em minhas-financas / gadgets

YouTube Music, concorrente do Spotify, e YouTube Premium chegam ao Brasil

Mensalidade do YouTube Music "empata" com Spotify; serviço pago permite reprodução em segundo plano  

YouTube Music
(Paula Zogbi)

SÃO PAULO - O YouTube lança nesta terça-feira (25) os serviços YouTube Music e YouTube Premium (antigo Red) no Brasil e em outros 21 países. Ambos os serviços serão disponibilizados aos usuários no país a partir das 13h, e devem chegar a todas as contas da base nacional até o final da tarde.

As mensalidades partem de R$ 20,90 para o Premium e R$ 16,90 para o YouTube Music Premium (mesmo valor do Spotify). Todo o pacote do Music fica acessível para quem contrata o YouTube Premium. Ambos os serviços também terão pacote família: R$ 25,50 por mês com acesso para até seis membros da família (maiores de 13 anos) na mesma casa para o Music e R$ 31,90 por mês para o Premium nos mesmos moldes. O lançamento permite um teste gratuito de 1 mês.

Também com versão gratuita, o YouTube Music compila 100% do conteúdo musical existente no YouTube - tudo o que foi identificado como música poderá ser acessado pela nova plataforma, inclusive covers, apresentações ao vivo e músicas produzidas de maneira independente e levadas à internet por pessoas físicas. Por isso, o acervo tende a ser muito superior ao dos demais players de música no mercado. A busca Google possui ainda uma inteligência de pesquisa que permite encontrar a faixa desejada mesmo digitando o nome errado, trechos da letra ou identificações populares, como “trocando de biquini sem parar”, "Anitta na praia" ou “funk da flauta”.

É possível reproduzir as músicas em forma de vídeo ou apenas áudio, baixando o app específico do Music ou acessando por um navegador de internet. Há uma função que permite trocar o modo de reprodução de áudio para vídeo e vice-versa com apenas um clique.

Apenas clientes da versão paga podem ouvir músicas sem interrupção de propagandas, como ocorre com outros streamings concorrentes de áudio. No YT Music, porém, a versão gratuita não permite o uso em segundo plano (ou seja, ouvir música enquanto o aparelho está bloqueado ou durante a navegação por outros aplicativos).

Com listas automáticas e curadorias feitas por equipe interna do YouTube, o Music também pode criar playlists específicas para cada usuário de acordo com o padrão de navegação. Localização e dados como horário e estação do ano também são usados para a criação de listas como “para ouvir no trabalho” ou “para curtir o verão” logo na tela inicial.

Outro diferencial com relação à concorrência é a possibilidade de fazer download automático de até 100 itens dessa lista, chamada mixtape. Sem qualquer necessidade de baixar músicas específicas, o usuário premium poderá ouvir sua playlist personalizada sem estar conectado à internet. Caso prefira ocupar menos espaço do aparelho com as músicas do mixtape, o usuário pode diminuir ou zerar o número de downloads no gerenciamento de armazenamento do celular.

Já o YouTube Premium oferece, além dos benefícios do Music Premium, a reprodução em segundo plano, downloads e vídeos sem anúncios em todo o YouTube. Os assinantes também têm acesso à lista completa de programas e filmes do YouTube Originals, incluindo as séries de sucesso Cobra Kai, Impulse, F2 Finding Football e The Sidemen Show. No anúncio do lançamento, representantes da plataforma disseram que já há estudos para produzir Originals brasileiras em breve.

Quer investir melhor o seu dinheiro? Abra uma conta na XP.

 

Contato