Em minhas-financas / gadgets

Casa Branca avalia se pesquisas do Google deveriam ser reguladas

Um porta-voz do Google negou que as buscas tenham qualquer agenda política ou um viés em prol de qualquer ideologia  

Computador Google
(Shutterstock)

SÃO PAULO - Principal assessor econômico da Casa Branca, Larry Kudlow afirmou nesta terça-feira (28) que o governo dos Estados Unidos está "avaliando" se as pesquisas do Google deveriam ser reguladas. A declaração foi dada horas após o presidente americano, Donald Trump, reclamar no Twitter dos resultados na busca por notícias com seu nome.

Nem Trump nem Kudlow citaram medidas específicas que poderiam ser tomadas para resolver a suposta injustiça do Google nas pesquisas. "Nós manteremos vocês informados", disse Kudlow, em breve declaração.

Um porta-voz do Google negou que as buscas tenham qualquer agenda política ou um viés em prol de qualquer ideologia. "Nós continuamente trabalhamos para melhorar a pesquisa do Google e nunca listamos os resultados para manipular o sentimento político", afirmou o porta-voz.

Às 15h40 (de Brasília), a ação do Google subia 0,26%

Quer investir melhor seu dinheiro? Abra uma conta na XP. 

Contato