Em minhas-financas / gadgets

Especialista indica aplicativos que podem ajudar a controlar as finanças

Usuário deve ler a resenha e os comentários antes de baixar um app

smartphone - celular - aplicativos
(Getty Images)

SÃO PAULO – Os aplicativos financeiros são umas das mais novas ferramentas para ajudar quem quer organizar as finanças. Contudo, ainda que haja bons apps disponíveis, muitos brasileiros que possuem smartphones não fazem uso de tais recursos.

Na opinião do CEO da Tritone – empresa especializada no desenvolvimento de aplicativos, Fernando Estanislau, a falta de conhecimento e percepção explicam o comportamento do brasileiro no que diz respeito aos aplicativos financeiros.

“No geral, o brasileiro não utiliza aplicativos financeiros porque não conhece. Falta divulgação (...) Nos bancos internacionais há uma divulgação grande destes recursos”, explica Estanislau.

Como escolher?
Responsável pelo desenvolvimento dos aplicativos “Click Conta”, que serve como uma ferramenta de educação financeira para o usuário, e “Check-in Pre”, ligado ao programa de vantagens de clientes de cartões Bradesco - ambos do Bradesco -, Estanislau aconselha ao usuário que leia a resenha e os comentários antes de baixar um app.

“Um aplicativo que é bom pra mim, pode não satisfazer as necessidades de outra pessoa. Entretanto, as recomendações costumam dar pistas se o app é interessante ou não. Aplicativos que são mais rápidos e simples costumam agradar mais”, diz.

Abaixo, uma lista de quatro aplicativos indicados por Fernando Estanislau.

  • Mint.com Personal Finance – um dos maiores aplicativos de gestão financeira pessoal da web, por sua facilidade, segurança dos dados e sincronismos com web e mobile. Umas das maiores facilidades, segundo Estanislau, é sincronizar as contas e cartões de crédito diretamente com o banco (apenas em alguns países). Grátis para iOS e Android.
  • MoneyBook – consegue resumir tudo que um gestor financeiro pessoal necessita. Além disso, segundo o especialista, tem bom visual, usabilidade e segurança. Nele é possível criar categorias diferentes das pré-selecionadas, gerenciar orçamentos, receitas e despesas e ainda gerar gráficos e estatísticas para cada mês. US$ 2,99 na App Store.
  • Toshl Finance – nele, o usuário ao invés de configurar categorias, apenas utiliza tags, que facilita no overview geral dos orçamentos, receitas e despesas. Grátis para iOS e Android.
  • Pick – The Purchase Tracker – o aplicativo pode ajudar o usuário na tomada de decisão de compras. O objetivo do aplicativo é ajudar o usuário a gastar menos tempo em compras com mais economia. Nele, é possível registrar gastos, calcular descontos e impostos e utilizar um conversor para as principais moedas mundiais. US$ 1,99 na App Store.

 

Contato