Em minhas-financas / gadgets

Terceira idade acessa mais serviços on-line que jovens, revela estudo

Segundo pesquisa do Instituto QualiBest, 78% dos homens e mulheres acima de 60 anos de idade acessam portais de notícias

SÃO PAULO - A terceira idade está à frente dos mais jovens quando o assunto envolve serviços on-line de notícias, bancos e sites ligados a viagens. De acordo com pesquisa do Instituto QualiBest, 78% dos homens e mulheres acima de 60 anos de idade acessam portais de notícias, contra 68% do público jovem. Já com relação aos sites de e-commerce, esta proporção fica em 72% para 60%, respectivamente.

A terceira idade também ultrapassa os jovens em relação ao acesso por banda larga. Segundo a pesquisa, 37% das pessoas com mais de 60 anos usam celulares com conexão de alta velocidade, contra apenas 29% dos jovens. Já em relação ao acesso por computadores, por meio de serviços convencionais de assinatura, a diferença é ainda maior: 93% dos mais velhos contam com este serviço, contra apenas 66% dos jovens.

Tempo conectados
Já quando se olha para o tempo conectado a internet, os mais velhos perdem para os usuário jovens. De acordo com a pesquisa, a diferença do tempo médio de navegação fica em torno dos 40 minutos – enquanto os jovens passam cerca de 4h49m conectados nos fins de semana e os mais velhos ficam on-line por cerca de 4h11m.

Nos jogos on-line, como era de se esperar, a predominância também é de jovens. Cerca de dois terços (65%) costumam jogar, contra apenas 43% dos representantes da terceira idade. A maior diferença está no tipo de jogo escolhido por cada perfil. Enquanto os jovens se envolvem com games mais “complexos” (RPG, jogos de guerra, vida digital, lutas etc.), os mais maduros preferem jogos originados no “mundo off-line”, sem a necessidade de interações com outros jogadores, como cartas e tabuleiro (pocker, tranca, truco, gamão, damas, xadrez etc).

Com relação às redes sociais, apenas 71% das pessoas com mais de 60 anos declararam acessar este tipo de canal, enquanto 91% dos jovens pesquisados são usuários ativos das redes.

Pesquisa
Para a pesquisa, o Instituto QualiBest utilizou 318 respostas de pessoas da terceira idade de todo o Brasil, incluindo homens e mulheres cadastrados no Painel QualiBest, das classes A, B e C.

A amostra de jovens incluiu 1.184 respostas de todo o Brasil, de homens e mulheres cadastrados no Painel QualiBest, com idade entre 18 e 24 anos de idade, das classes A, B, C e D.

 

Contato