Em minhas-financas / economize-dinheiro

Liquidações de verão invadem São Paulo; veja como se proteger na hora das compras

Descontos variam de 20% a 70%

Descontos Compras Consumo Liquidação
(Reuters)

SÃO PAULO – Assim que passa as festas de fim de ano, as lojas começam a fazer liquidações para esvaziar o estoque para novas coleções e produtos, sendo que alguns estabelecimentos oferecem até 70% de desconto.

Em São Paulo, por exemplo, todos os shoppings da capital têm lojas que estão em promoção. Além disso, alguns estão até realizando saldões em parceria com os estabelecimentos, caso do Morumbi Shopping e do Shopping Anália Franco, que estão com a promoção do “Lápis Vermelho”, que oferece até 70% de desconto nas compras entre os dias 9 e 12 de janeiro. O Center Norte tem redução de 20% a 70% nos preços até quando durarem os estoques; e o Complexo Tatuapé e Boulevard Tatuapé tem a promoção “Etiqueta Maluca”, com 50% de desconto até o dia 16 de janeiro.

No entanto, não são apenas os centros comerciais que estão querendo abrir espaço no estoque, as lojas de rua também estão preparando suas liquidações. O Magazine Luiza, por exemplo, abrirá as portas no dia 10 de janeiro para a “Liquidação Fantástica”. Neste dia, as unidades da capital irão abrir às 5h e terão descontos de até 70% de desconto; a fila na porta das lojas começou a se formar na noite de ontem (7).

Já a Centauro terá até o dia 12 a promoção “Leva Tudo Centauro”, em que diversas linhas de calçados, moda fitness e acessórios esportivos estarão com o preço reduzido. No mesmo dia, termina a promoção da Fnac, com descontos que chegam a 70%, sendo que iPads e iPods terão descontos de até 30%.

Até o dia 22 de janeiro, a Marisa terá a liquidação “Moda a preço de banana”, com descontos, também, de até 70% e produtos a partir de R$ 5,99. Já as lojas de decoração terão descontos de até 80% entre os meses de janeiro e fevereiro, como a Bertolucci, By Kamy, Cecilia Dale, Decameron e Futon Company.

Cuidados
O consumidor precisa ficar atento quanto for fazer compras em promoções para não comprometer o orçamento. De acordo com o Serasa Experian, além de não comprar por impulso, é importante que a pessoa esteja segura ao adquirir um produto que será entregue posteriormente para não ser tornar vítima de golpes, como receber um produto inferior no lugar do que foi comprado ou, pior, ficar sem nenhuma mercadoria.

Veja abaixo algumas dicas para não ficar no vermelho nas liquidações:

1- Relacione todas as dívidas já assumidas com o objetivo de saber se há espaço no orçamento da família para novas compras.

2- Planeje as compras, desde uma roupa até uma televisão. Reflita se está realmente precisando daquele produto e, se for o caso, discuta a necessidade da compra com a família.

3- Faça uma lista dos itens que pretende comprar. Essa é uma das regras básicas para evitar gastar por impulso, pois com o papel nas mãos, o consumidor só vai atrás dos produtos que realmente estão na lista sem cair em tentação.

4- Lembre-se dos gastos do início do ano. Além de pagamento de impostos (IPVA e IPTU) e compra de material escolar e matrícula, há as despesas de férias, como viagens, cinemas e passeios.

5- Evite cair em golpes. Se for comprar um produto para receber posteriormente, verifique se a loja física ou virtual escolhida possui uma situação financeira estável, para não ser surpreendido com o recebimento de uma mercadoria inferior no lugar da que foi comprada ou, pior, ficar sem o produto para sempre.

6- Se precisar parcelar as compras, procure fazer a curto prazo, para não ficar endividado por muito tempo

7- Cuidado ao usar o cartão de crédito, pois ele dá a falsa sensação de que não se está gastando. Verifique na fatura o valor total das compras antigas antes de fazer uma nova dívida com ele.

8- Cuidado também com descontos milagrosos. Pesquise preços, para saber se está fazendo um bom negócio ao comprar um produto em uma liquidação.

 

Contato