Em minhas-financas / credito

Itaú anuncia redução de juros mesmo com manutenção da Selic

Spread dá espaço para redução mesmo com surpresa do BC

Itaú Unibanco
(Divulgação)

SÃO PAULO - Mesmo com decisão do Comitê de Políticas Monetárias (Copom) de renovar manutenção da taxa básica de juros em 6,5% ao ano, o banco Itaú anunciou nesta quarta-feira (16) que optou por baixar suas taxas de juros cobrados de pessoas físicas. A decisão demonstra que ainda há espaço no spread para que os bancos trabalhem suas taxas de juros. 

Em comunicado à imprensa, o banco anunciou que a nova taxa média praticada de cheque especial sai de 11,90% para 11,50% ao mês. No ano, a queda já é de 1,23 ponto percentual ao mês. No empréstimo pessoal, as taxas variam conforme o perfil de cada cliente. As redução passam a valer a partir do dia 21. 

“Estamos comprometidos com o processo de redução das taxas de juros para os clientes e temos feito sucessivos cortes em diversas linhas de produtos nos últimos meses. Temos consciência da relevância do nosso papel no processo de recuperação da economia, por meio da concessão de crédito”, diz Candido Bracher, presidente do Itaú Unibanco. 

O banco disse ainda que todas as taxas cobradas levam em consideração "diversos fatores, como garantias, prazos das operações, perfis de risco dos clientes e sua capacidade de pagamento".

As linhas de financiamento reduzidas nos últimos meses são:

Cheque especial: além de cortes já anunciados, esta semana o Itaú Unibanco anunciou redução de 0,97 ponto percentual ao mês na taxa média de juros do cheque especial.  

Crédito consignado: o banco anunciou, no dia 8, a nova taxa máxima do crédito consignando para aposentados e pensionistas do INSS, que passou a ser de 1,99% ao mês. Os clientes passaram a contar com uma das menores taxas praticadas no mercado para a modalidade, ficando abaixo do teto estabelecido pelo Ministério do Planejamento e pelo Conselho Nacional de Previdência (CNP).

Crédito pessoal: desde o início do ciclo de queda da taxa básica até hoje, a taxa média do empréstimo pessoal teve redução superior à queda da Selic no mesmo período.

Crédito Imobiliário:   Nos últimos 12 meses, o banco fez diversas reduções em sua taxa de juros para o crédito imobiliário e hoje dispõe de uma das menores taxas do mercado. Há mais de sete anos, o Itaú oferece taxas totalmente personalizadas que variam de acordo com o perfil e o relacionamento do cliente com a instituição.

Financiamento de veículos: o banco vem reduzindo ao longo do ano a taxa de financiamento, convergindo com a queda da Selic.

Quer investir melhor o seu dinheiro? Abra uma conta na XP.

 

Contato