Em minhas-financas / credito

Turma da Mônica dá dicas sobre dívidas e poupança para crianças e adolescentes

Parceria entre SPC Brasil e Mauricio de Sousa Produções pretende dar orientações sobre consumo consciente

Turma da mônica

SÃO PAULO - Uma parceria entre o SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito) e Mauricio de Sousa Produções, publicará, regularmente, nas revistinhas da Turma da Mônica, histórias focadas na formação da consciência financeira de crianças, adolescentes e jovens.

A expectativa é que a força e carisma dos personagens como a Mônica, Cascão, Cebolinha e Magali, e outros, sejam um fator positivo para que o projeto gere impacto nas crianças, adolescentes e jovens.

De acordo com a campanha, serão desenvolvida 50 estórias sobre educação financeira, que trarão temas como o endividamento, poupança e gastos. As páginas serão veiculadas no período de um ano nas revistas dos principais personagens da Turma da Mônica. As primeiras edições já estão circulando nas bancas.

A campanha faz parte de um projeto especialmente voltado para a classe C, que nos últimos anos recebeu cinco milhões de consumidores emergentes das classes D e E por conta, principalmente, do aumento da oferta de emprego e de crédito no país. Batizado de Meu Bolso Feliz, o programa surge como uma iniciativa de combate ao aumento do endividamento do consumidor por conta do descontrole financeiro.

A primeira fase do projeto é composta por um portal de orientação financeira, que oferece serviços gratuitos como calculadoras financeiras, simuladores, além de consultorias individualizadas ao internauta fornecidas pelos economistas do SPC.

O portal disponibiliza mecanismos para orientar e acompanhar a vida financeira do brasileiro nas mais diversas situações de consumo. A plataforma ainda disponibiliza ferramentas como ilustrações, infográficos e simuladores para que o usuário possa ter uma melhor compreensão do material e consiga visualizar situações reais do dia a dia.

Falta disciplina
Dados de estudos ao longo dos dois últimos anos realizado pelo SPC Brasil mostram que alarmantes: oito em cada dez brasileiros não fazem controle total de suas finanças, porque não conseguem ter disciplina ou porque não sabem como anotar gastos e estabelecer prioridades.

Além disso, as pesquisas mostram que 85% dos consumidores admitem fazer compras por impulso, ou seja, movidos por questões emocionais. Dessa forma, os pesquisadores do SPC concluíram que a situação de inadimplência está muito mais ligada ao comportamento do consumidor do que em relação ao tamanho do próprio orçamento.

 

Contato