Em minhas-financas / credito

Consumidores com salários até R$ 1.000 seguraram demanda por crédito em 2013

Nas demais camadas de rendimento a demanda por crédito recuou no ano

compras-cartão de crédito

SÃO PAULO - A demanda por crédito mostrou fraco desempenho em 2013, apontando crescimento de 1,8% no acumulado do ano, de acordo com o Indicador Serasa Experian da Demanda do Consumidor por Crédito. Segundo a pesquisa, o que segurou a demanda no positivo no período foram os consumidores de menores rendimentos mensais.

Os consumidores que recebem até R$ 500 mensais representaram 8,4% do crescimento no ano e para os aqueles que ganham entre R$ 500 e R$ 1.000 por mês somaram e 3,7% desta demanda.

Já nas demais camadas de rendimento mensal, a demanda por crédito recuou no ano passado. Para os consumidores com rendimentos mensais entre R$ 1.000 e R$ 2.000, a queda na demanda por crédito em 2013 foi de 0,1%.

Além disto, houve diminuição de 2,4% para os consumidores que ganham entre R$ 2.000 e R$ 5.000 por mês e recuo de 4,2% para os consumidores que recebem entre R$ 5.000 e R$ 10.000 mensais. Para aqueles que ganham mais de R$ 10.000 por mês também houve queda de 3,4%

De acordo com os economistas da Serasa Experian, a alta da inflação, os esforços do consumidor em reduzir seus níveis de endividamento e de inadimplência, a escalada das taxas de juros e do custo do crédito e a alta do dólar impediram um desempenho mais favorável da demanda do consumidor por crédito no ano de 2013.

Contato