Em minhas-financas / credito

Juros no crediário é menor em São Paulo, diz pesquisa

Em SP, a taxa média anual ficou em 59,73% no mês passado; já o Rio Grande do Sul e o Rio de Janeiro registraram as maiores taxas, 68,81% a.a., revelou a Anefac

Juros
(Getty Images)

SÃO PAULO – São Paulo é o estado onde as taxas médias de juros do crediário são as mais baixas do País, de acordo com a Anefac (Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade). Segundo dados divulgados nesta terça-feira (11) pela Associação, a taxa média em São Paulo ficou em 59,73% ao ano no mês de novembro.

Já no Rio Grande do Sul e no Rio de Janeiro, onde a Associação identificou as maiores taxas de juros, as médias eram de 68,81% a.a. em novembro.

Confira a média dos juros cobrados nos sete estados analisados na tabela a seguir: 

Juros do crediário / novembro 2012
EstadoTaxa MensalTaxa Anual
Fonte: Anefac
São Paulo 3,98% 59,73%
Rio Grande do Sul 4,46% 68,81%
Rio de Janeiro  4,46% 68,81%
Minas Gerais 4,35% 66,69%
Paraná 4,35% 66,69%
Santa Catarina 4,32% 66,12%
Brasília 4,21% 64,03%
Brasil 4,30% 65,73%

Crediário x outros créditos
Na média nacional, os juros do crediário do comércio estão entre os menores, na comparação com as demais modalidades de crédito analisadas pela Associação.

Enquanto a cobrança do crediário é de 65,73% ao ano (4,30% ao mês), os juros do cartão de crédito chegam a 192,94% ao ano (9,37% ao mês). Os juros do cheque especial foram para 149,59% anuais (7,92% mensais) e o do empréstimo pessoal em financeiras ficou em 136,06% ao ano (7,42% mensais).

No fim da lista estão: empréstimo pessoal em bancos (44,92% anuais e 3,14% ao mês) e as taxas do CDC (crédito direto ao consumidor) concedido por bancos para compra de veículos (21,56% ao ano e 1,64% mensais).

 

Contato