Em minhas-financas / consumo

Correios anunciam reajuste de 5,99% em tarifas postais

A autorização do reajuste foi publicado no Diário Oficial da União desta sexta-feira (9) pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações – MCTIC

Correios
(Divulgação)

SÃO PAULO – As tarifas de serviços postais dos Correios serão reajustadas em uma média de 5,99%, tanto para serviços nacionais quanto internacionais. A autorização do reajuste foi publicado no Diário Oficial da União desta sexta-feira (9) pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações – MCTIC.

O custo para primeiro porte da carta comercial sofrerá um ajuste de R$ 1,85 para R$ 1,95, enquanto a carta não comercial e cartão postal, de R$ 1,25 para R$ 1,30. No caso de telegrama nacional redigido pela internet, a nova tarifa é de R$ 8,15 por página, frente à tarifa vigente de R$ 7,69. O telegrama fonado ficou em R$ 9,84 e em R$ 11,81 na agência.

Segundo comunicado dos Correios, os reajustes só não valem para o segmento de encomendas – serviços de PAC e Sedex – e marketing direto.

O último reajuste nas tarifas foi em outubro do ano passado, dividido em duas parcelas: a primeira, de 6,121% e prazo indeterminado, e a segunda de 4,094% autorizada a vigorar por 64 meses.

Neste ano, o reajuste considerou o IPCA acumulado entre fevereiro de 2017 e setembro de 2018, segundo o MCTIC.

Também neste ano, em agosto, os Correios começaram a cobrar uma taxa de R$ 15 de todas as encomendas internacionais que chegarem ao país pela estatal. Antes, a taxa era cobrada somente de objetos que eram tributados pela Receita Federal, mas passou a valer para todas as encomendas para “manter o padrão do serviço” mesmo com o aumento das importações.

A hora de investir na Bolsa é agora: abra uma conta na Clear com taxa ZERO de corretagem!

 

Contato