Em minhas-financas / consumo

Anvisa suspende lotes de vegetais congelados por contaminação com bactéria

De acordo com a Anvisa, foram proibidas as vendas de determinados lotes das marcas Penguin, Greenyard, Grano e Pratigel

Vegetais congelados
(Shutterstock)

SÃO PAULO - A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) proibiu na última quinta-feira (23) a distribuição e comercialização em todo o país de diversos lotes de vegetais congelados importados da Europa. O motivo é a contaminação pela bactéria Listeria monocytogenes

A bactéria, geralmente transmitida por meio de alimentos contaminados, provoca a listeriose, que gera desordens como febre e dores musculares, além de outros sintomas gastrointestinais. Segundo a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, no caso de gestantes a contaminação pode levar a parto prematuro, risco de infecção do recém-nascido ou até morte fetal. 

De acordo com a Anvisa, a notificação foi emitida pela International Network of Food Safety Authorities, da OMS (Organização Mundial de Saúde), que proibiu as vendas de determinados lotes das marcas Penguin, Greenyard, Grano e Pratigel. A decisão, publicada no Diário Oficial da União, obriga que elas façam o recolhimento dos estoques existentes no mercado. A lista completa com os lotes suspensos pode ser encontrada neste link.

Em comunicado, a Agrovert’s, dona da marca Pratigel, afirma que recebeu a notificação da Anvisa e que, para a segurança alimentar do consumidor, está recolhendo todos os lotes que estavam expostos à venda. "Para aqueles que possuam o produto em casa ou em estoque ou em outro local, pedimos que não seja doado para qualquer outro fim, nem descartado no lixo comum, mas entregue no local onde foi adquirido para destinação ambiental adequada", escreve. 

No site da marca Grano, um comunicado em vermelho alerta o consumidor do recall dos produtos discriminados nos lotes e informa que a comercialização e distribuição dos lotes em questão estão interrompidas.

Procurada pelo InfoMoney, a Greenyard Frozen Brasil afirmou que todos os produtos são submetidos a exames laboratoriais que atestam sua qualidade, não havendo notícia de incidente de contaminação. "A Greenyard Frozen Brasil reitera a informação que recebeu de seu fornecedor Europeu no sentido se trata de uma medida preventiva, que a probabilidade de contaminação é muito baixa, mas ainda assim está realizando recall de acordo com as regras estabelecidas pela Anvisa para garantir, acima de tudo, segurança ao consumidor", informou em nota. 

Quer investir melhor o seu dinheiro? Abra uma conta na XP

Contato