EXPERIMENTE!

Clique e experimente a
versão rápida do

Em minhas-financas / consumo

Magazine Luiza faz entrega em 2h para o e-commerce nesta sexta

Em linha com players internacionais, empresa tem meta de diminuir tempo de entrega drasticamente nos próximos anos

Magazine Luiza
(Reprodução/Facebook)

SÃO PAULO - O Magazine Luiza (MGLU3) testará nesta sexta-feira (10) o piloto de um programa de entrega expressa em 2 horas para compras no site e app. O teste vale para retirada na loja em 61 endereços de 42 cidades no Brasil: o cliente compra o produto online e pode retirar 2 horas depois - prazo inédito no Brasil.

Nem todos os itens fazem parte do piloto. A lista de itens elegíveis é de cerca de 50, que vão de smartphones a TVs, passando por vídeo games, travesseiros e liquidificadores. A ideia é transformar esse teste em um esforço maior ao longo do tempo - o que deixaria a varejista mais perto de se tornar uma verdadeira "Amazon brasileira" em atendimento ao cliente. Vale lembrar que o serviço Prime Now, para clientes fidelizados da norte-americana, pratica este mesmo prazo para algumas categorias de produtos. 

"Os esforços em logística do Magalu são centrais na estratégia de transformar a empresa numa plataforma multicanal", disse a empresa, que já tem. 1,7 mil microtransportadores no que chama de Malha Luiza. Atualmente, a média de entrega da empresa já é menor que a média em parte do Brasil, algo que rendeu elogios de analistas após a divulgação mais recente dos resultados trimestrais

No começo do ano, a companhia comprou a startup de logística LogBee, que traz a lógica dos aplicativos de táxi para entregas de encomendas. Segundo a varejista, a aquisição quer viabilizar o processo “last mile” retirando produtos na loja física e levando até a casa do cliente.

A logística do Magazine Luiza rendeu bons resultados para a empresa durante a greve dos caminhoneiros, que paralisou o Brasil em maio. Três dias depois de encerrada a paralisação, 98% das lojas do Magalu estavam totalmente abastecidas, de acordo com a assessoria. Em menos de uma semana, as entregas pendentes foram feitas.

A ação do Magazine via queda de 3,95% nesta sexta-feira, enquanto o Ibovespa marcava  queda de 2,70%. Parte desse movimento pode ter relação com a cautela do mercado após o próprio Magazine citar "desafios" para os próximos meses e analistas alertarem para fatores como o aumento da concorrência. 

Quer investir melhor o seu dinheiro? Abra uma conta na XP.

Contato