Em minhas-financas / consumo

Desconto do diesel nos postos de combustível é menor que R$ 0,46, afirma ministro

Promessa inicial do governo é que o desconto seria de R$ 0,46

gasolina posto combustível
(Shutterstock)

SÃO PAULO – Em entrevista à rádio CBN nesta quarta-feira, o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, disse que, por enquanto, o desconto mínimo nos postos de combustível é de R$ 0,41. A promessa do governo era de que o desconto chegaria a R$ 0,46 no litro do diesel.

“O 46 não é imediato. O 46 depende do estoque que tinha o posto e depende também do preço médio no Estado, que varia”, disse. Esse preço médio é o PMPF (Preço Médio Ponderado Final), usado como base no cálculo do ICMS sobre o preço do diesel vendido nos postos de gasolina, que tem de 10% de biodiesel.

Os consumidores não verão o desconto de 46 centavos tão cedo, pois ele incide apenas sobre o diesel puro, diferente do vendido nos postos de combustível. De acordo com a Plural, entidade que representa as principais distribuidora de combustíveis do país, a redução de 46 centavos no preço do litro do diesel será possível em apenas 15 ou 30 dias “porque há questões na conta”.

“O preço que vigorou agora do dia 1º ao dia 15, ele não incorpora todo esse desconto, na maioria dos casos. Então, nós teremos apenas o valor de aquisição deduzido de R$ 0,41, como já é pacificado”, disse Padilha.

Com medo de que a greve de caminhoneiros da última semana, que durou mais de 10 dias, continuasse, o governo tomou medidas como reduzir tributos federais para garantir a redução de R$ 0,46 nas refinarias, uma das demandas dos caminhoneiros.

 

Contato