Em minhas-financas / consumo

Greve dos caminhoneiros: universidades de todo o país suspendem aulas

USP e Unicamp, em São Paulo, anunciaram cancelamento de aulas durante toda esta semana 

Greve caminhoneiros
(Marcelo Pinto/APlateia)

SÃO PAULO – Universidades federais de todo o país cancelaram as aulas e expedientes desta semana em razão da greve dos caminhoneiros, que já se encontra em seu oitavo dia.

Em São Paulo, as duas universidades que anunciaram a suspensão são a USP (Universidade de São Paulo) e a Unicamp (Universidade Estadual de Campinas). Ao menos outros 12 estados também não terão aulas, além de SP: Rio de Janeiro, Minas Gerais, Pernambuco, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Rondônia, Sergipe e Tocantins.

Já na sexta-feira (25), mais de dez universidades públicas, entre elas a USP, haviam suspendido as aulas também por conta da paralisação, mas ainda sem comunicados oficiais. Universidades da rede privada, como a PUC-RS, FGV, Estácio de Sá e outras também adotaram a medida de suspensão, tanto na última sexta-feira como para esta semana.

As aulas de escolas da rede estadual também foram canceladas em alguns estados, como Minas Gerais. Em São Paulo, as aulas acontecerão, mas serão desconsideradas as faltas de professores e alunos.

A paralisação
Já no seu oitavo dia nesta segunda-feira (28), a greve dos caminhoneiros não terminou mesmo com medidas anunciadas pelo presidente Michel Temer neste domingo (27) que atendem às reivindicações dos caminhoneiros. Postos de gasolina e supermercados ainda enfrentam desabastecimento.

 

Contato