Em minhas-financas / consumo

Ônibus podem ficar sem combustível em SP a partir desta quinta-feira com protestos

Oito viações estão sem reserva de diesel suficiente para operar normalmente

Ônibus - São Paulo
(Cesar Ogata / SECOM)

SÃO PAULO - Ônibus na capital Paulista podem ficar sem operar nesta quinta-feira (24) como consequência dos protestos de caminhoneiros contra o aumento do diesel. De acordo com a SPUrbanuss, sindicato das empresas de transporte coletivo urbano de passageiros de São Paulo, oito viações estão com reservas de diesel suficientes apenas para uma operação parcial amanhã.

As outras seis empresas informaram que o óleo diesel em estoque é suficiente para manter a operação da frota até esta sexta-feira (25).

O motivo da falta de combustível é o protesto que ocorre desde segunda-feira com caminhoneiros em todo o país. Eles reclamam das altas consecutivas do óleo diesel desde 03 de julho de 2017, quando a Petrobras adotou uma política de preços baseada na cotação internacional do Petróleo.

As viações avisaram a prefeitura e pedem ajuda da Secretaria de Segurança Pública para escoltar as carretas com diesel até as garagens.

Confira a nota do SPUrbanuss:

O SPUrbanuss – Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros de São Paulo encaminhou, nesta quarta-feira, dia 23, correspondências à Prefeitura de São Paulo, Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes, Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo, Secretaria Municipal de Segurança Urbana e SPTrans manifestando preocupação com a possibilidade de o transporte por ônibus na cidade de São Paulo ser afetado, a partir desta quinta-feira, dia 24, pela paralisação dos caminhoneiros, que protestam contra a alta do preço do óleo diesel.

 Das 14 empresas concessionárias associadas ao SPUrbanuss, oito estão com reservas de diesel suficientes para uma operação parcial nesta quinta-feira (24). As outras seis empresas informaram que o óleo diesel em estoque é suficiente para manter a operação da frota até esta sexta-feira, dia 25.

 Além das empresas concessionárias, operam na cidade outras 12 empresas permissionárias. O sistema conta com quase 14 mil ônibus, que rodam cerca de 04 milhões de quilômetros por dia, transportando perto de 06 milhões de passageiros, em 10 milhões de viagens diárias. Mensalmente, são necessários cerca de 40 milhões de litros de óleo diesel para abastecer os ônibus municipais.

 

Contato