EXPERIMENTE!

Clique e experimente a
versão rápida do

Em minhas-financas / consumo

BC esclarece que não proibiu notas com carimbo "Lula livre"

Viralizou nas redes sociais uma mensagem "alertando" da proibição de cédulas carimbadas

Cédula de 50 reais carimbada
(Reprodução/YouTube)

SÃO PAULO - Viralizou nas redes sociais um vídeo que mostra um homem carimbando cédulas de Real com o rosto do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva e a mensagem "Lula livre". Com isso, circulou, principalmente via WhatsApp, uma mensagem falsa atribuindo ao Banco Central a proibição deste dinheiro. 

O texto do boato é o seguinte: "Atenção: Banco Central acaba de divulgar que a rede bancária está proibida de receber notas com o carimbo Lula Livre. Que se receber tais notas, os Bancos, deverão chamar a polícia. O portador estará sujeito ao enquadramento no artigo 163 do Código Penal que trata do crime de rasura em papel moeda”, diz o texto equivocado que circula nas redes".

Identificada pelo Boatos.org, a mensagem cita um artigo do Código Penal que não trata de papel-moeda e nem de rasura em dinheiro. Fala, sim, sobre "destruir, inutilizar ou deteriorar coisa alheia". 

O Banco Central, por sua vez, confirmou que a mensagem é falsa. Quaisquer tipos de marcas em cédulas de dinheiro não as invalidam. As notas com carimbos poderão ser trocadas e utilizadas normalmente, portanto. 

“Cédulas com rabiscos, símbolos ou quaisquer marcas estranhas continuam com valor e podem ser trocadas ou depositadas na rede bancária. As notas descaracterizadas apresentadas na rede bancária serão recolhidas ao Banco Central, para destruição. O Banco Central incentiva a que as cédulas sejam preservadas, afinal a fabricação de cédulas e moedas gera custos para o país e sua reposição elevará ainda mais esse custo”, diz o BC em comunicado. 

Quer investir melhor o seu dinheiro? Abra uma conta na XP.

Contato